Morando envia à Câmara projeto para redução salarial de comissionados em 10%

Proposta será apreciada pelos vereadores em sessão ordinária nesta quarta-feira; vigência da medida será enquanto perdurar pandemia do Covid-19

  • Data: 15/04/2020 09:04
  • Alterado: 15/04/2020 09:04
  • Autor: Leandro Baldini
  • Fonte: Secom - PMSBC
Morando envia à Câmara projeto para redução salarial de comissionados em 10%

Crédito:Gabriel Inamine/PMSBC

Você está em:

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, enviou nesta terça-feira (14/04) à Câmara Municipal um projeto de Lei que determina a redução salarial em 10% dos 760 funcionários em cargo de comissão, em mais uma medida para o combate a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). A matéria será apreciada pelos 28 vereadores, hoje (15/04), em sessão ordinária.

Ao todo, são 491 funcionários comissionados puros e 269 concursados, em cargos de comissão, totalizando um quadro de 760 servidores que terão a redução salarial a partir de maio. A medida permitirá R$ 800 mil mensais em economia aos cofres públicos, que serão utilizados no setor da Saúde para o desenvolvimento de mais ações para o conter à disseminação do vírus no município. Caso seja aprovada em votação parlamentar, a medida terá vigência enquanto perdurar a pandemia. A matéria também descreve 10% na redução de carga horária – 40 horas semanais, reduzidas para 36 horas semanais.

O prefeito Orlando Morando justificou a adoção da medida. “Não faço isso por alegria e sim por necessidade. É melhor cortar 10% do salário do que precisar demitir. Aprendi que a liderança é feita por meio de exemplos. No mês passado, doei 100% do meu salário como prefeito e continuarei fazendo isso enquanto continuar a pandemia. Espero a compreensão de todos e vamos seguir trabalhando forte na proteção de vidas”.

No mês passado, o chefe do Executivo de São Bernardo passou a doar integralmente seus vencimentos líquidos, que recebe como prefeito, para ajudar em ações de combate ao coronavírus. Antes, ele já doava a quantia de R$ 5.021, que foi acrescido pelo ex-prefeito Luiz Marinho (PT), no seu último ano de mandato.

REFORMA ADMINISTRATIVA – Uma das primeiras medidas adotadas pelo prefeito Orlando Morando no mandato foi a reforma administrativa, que cortou 346 cargos comissionados, em relação a gestão anterior do PT, do ex-prefeito Luiz Marinho. A estrutura anterior do Paço tinha 1.149 cargos comissionados, nomeador pelo gestor petista.

Compartilhar:

  • Data: 15/04/2020 09:04
  • Alterado: 15/04/2020 09:04
  • Autor: Leandro Baldini
  • Fonte: Secom - PMSBC









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados