Novo Rio Pinheiros: 9 em 10 moradores aprovam despoluição de córrego

Levantamento na Vila Joaniza, um dos primeiros locais a receber ação da Sabesp, revela que 97% consideram importantes as obras de saneamento

  • Data: 30/06/2022 15:06
  • Alterado: 17/08/2023 01:08
  • Autor: Redação
  • Fonte: Sabesp
Novo Rio Pinheiros: 9 em 10 moradores aprovam despoluição de córrego

Novo Rio Pinheiros

Crédito:Sabesp

Você está em:

Nove em cada dez moradores e trabalhadores da Vila Joaniza (ou  93%)  aprovam  as  obras  da  Sabesp  para despoluição do córrego Zavuvus, realizadas dentro do programa Novo Rio Pinheiros, e quase a totalidade (ou  97%)  considera  a  despoluição muito importante/importante. Além disso, a eficiência  do Novo Rio Pinheiros para tornar mais limpo um dos principais rios  de  São  Paulo  tem nota 7,8. Os dados são de levantamento realizado para  a Companhia pelo Instituto FSB Pesquisa com moradores, trabalhadores e comerciantes da região.

 Bairro de alta vulnerabilidade social na região da Cidade Ademar, zona sul de  São  Paulo, a Vila Joaniza está localizada na bacia do Zavuvus, um dos
primeiros  córregos  a  receber,  em  novembro  de 2019, obras do Novo Rio Pinheiros,  programa do Governo de São Paulo que visa a despoluição do rio até  dezembro  de  2022,  integrando-o de volta à cidade e ao dia a dia de  seus moradores.

 A  bacia  do Zavuvus está saneada, com obras finalizadas, beneficiando 173 mil  habitantes.  A  meta  de  conexão  de  imóveis ao sistema de coleta e tratamento,  evitando  que o esgoto seja despejado diretamente no córrego, foi  ultrapassada:  18.387,  ante  15.868  previstos  (+16%) – no total do programa,  já  foram 622 mil imóveis, ante 533 mil previstos (+17%).  Como resultado,  a  água  do  Zavuvus  está  visivelmente mais transparente e é possível avistar pequenos peixes.

 A  percepção dos benefícios da despoluição do Zavuvus é predominante entre os   moradores   da   Vila  Joaniza,  revela  a  pesquisa.  Para  69%  dos entrevistados,  as  obras  trouxeram  benefícios,  sendo que os principais deles são: redução da sujeira, com menos insetos e roedores (51%); redução do mau cheiro (40%); redução de enchentes (24%); redução de doenças (22%); e  melhor  qualidade  de  vida (19%). A maioria (61%) também considera que esses benefícios são permanentes.

 Entre  os  impactos  sociais  e  ambientais mais importantes trazidos pela despoluição  do  córrego,  os  entrevistados  citaram  o  cheiro (43%) e o  combate  a  doenças (35%). Ligações de esgoto (49%), quantidade de lixo no córrego/rio (42%) e qualidade de água do córrego/rio (37%) são, segundo os
 entrevistados, os aspectos ambientais que mais melhoraram após as obras de despoluição do córrego.

 O  levantamento  mostra  ainda  que  o Novo Rio Pinheiros é bem avaliado e conhecido  na  Vila  Joaniza,  bairro distante aproximadamente 8 km do rio Pinheiros:   45%   afirmaram   ter  conhecimento  do  programa  (entre  os comerciantes da região, o nível chega a 60%).

 Questionados  sobre o quanto acreditam no programa, numa escala de 0 a 10, os participantes deram nota 7,8 tanto ao item “Entregando um rio Pinheiros
 mais  limpo”  quanto  a  “Realizando  projetos  sociais  na  região”.  Já “Melhorando  a  saúde  da  população”  e “Ajudando a população moradora da
 região” tiveram avaliação 6,9.

Compartilhar:

  • Data: 30/06/2022 03:06
  • Alterado: 17/08/2023 01:08
  • Autor: Redação
  • Fonte: Sabesp









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados