Março com MAM São Paulo Educativo

Programação gratuita e aberta a todos os públicos traz oficinas de artes visuais, canto e dança, visitas mediadas às exposições em cartaz no MAM

  • Data: 06/03/2023 11:03
  • Alterado: 06/03/2023 11:03
  • Autor: Redação
  • Fonte: MAM São Paulo
Março com MAM São Paulo Educativo

Gotas de flor: experimentações com tintas naturais com Leonardo Sassaki

Crédito:Leonardo Sassaki

Você está em:

Em março, o Museu de Arte Moderna de São Paulo traz uma programação educativa e gratuita aberta a todos os públicos com ações que contemplam desde as culturas da infância, popular, de rua e gênero à diversidade étnica, até atividades relacionadas ao Dia Internacional da Mulher.

Veja a seguir a programação completa das atividades de março:

04/03 (sáb), às 15h | infantil

Família MAM + Arte e Ecologia

Gotas de flor: experimentações com tintas naturais, com Leonardo Sassaki

Por estarmos acostumados a consumir produtos industrializados, nos esquecemos ou acabamos nem mesmo sabendo de onde eles vêm. Por isso, apropriar-se de materiais naturais presentes em nosso cotidiano é uma forma potente de reforçar os vínculos com a natureza. Neste encontro, será experimentado a aquarela com tintas de flores através do processo de maceração, examinando como funciona a coleta consciente da matéria e suas diversas possibilidades.

Leonardo Sassaki é educador e artista visual. Formado em Licenciatura em Artes Visuais, atualmente cursa especialização em educação inclusiva, investigando práticas sinestésicas e multissensoriais em arte-educação, com foco em acessibilidade cultural e inclusão de pessoas com deficiência. Trabalhou com educação não formal no terceiro setor e hoje integra a equipe educativa do Museu de Arte Moderna de São Paulo

Atividade presencial voltada para crianças a partir de 3 anos acompanhadas de seus responsáveis. Inscrições com 30 minutos de antecedência com o MAM Educativo na recepção do museu. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48h de antecedência. 

05/03 (dom), às 15h | música

Domingo MAM

Karaokê: vozes das mulheres, com MAM educativo

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, os microfones do MAM estarão abertos para os visitantes do museu e do parque Ibirapuera. A proposta é cantar letras de músicas escritas e interpretadas por mulheres brasileiras. Será possível escolher canções selecionadas pela equipe educativa e também propor músicas do repertório pessoal de cada pessoa.

Atividade presencial e aberta ao público de todas as idades. Inscrições com 30 minutos de antecedência com o mam Educativo na recepção do museu. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48h de antecedência. 

09/03 (qui), às 16h

11/03 (sáb), às 11h00 | artes plásticas

Contatos com a arte

Visita à exposição Diálogos com cor e luz, com MAM Educativo

Cor e luz são elementos fundamentais no nosso dia a dia, e estão intimamente ligados às produções artísticas, com infinitas possibilidades criativas que podem e devem extrapolar o campo da visualidade. Seria possível nos desafiar ao diálogo com outras qualidades desses elementos, como sua vibração e tempo? A exposição Diálogos com cor e luz, em cartaz a partir do dia 02 de março, apresenta obras do acervo do museu em um recorte de arte abstrata com ênfase nas relações entre a cor e a luz na pintura brasileira desenvolvida no século XX.

O MAM Educativo convida o público a conhecer um pouco mais sobre a mostra, participando de uma visita educativa acompanhada de uma experiência poética, em que será proposta uma investigação coletiva de como esses elementos interferem em nossas vivências para além do campo visual.

Atividade presencial voltada para professoras(es), educadoras(es), pesquisadoras(es), estudantes e artistas, aberta ao público e colaboradores do MAM. Inscrições com 30 minutos de antecedência com o MAM Educativo na recepção do museu. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48h de antecedência. Para emissão de  certificado, solicitar pelo e-mail citado após a atividade, com comprovante de inscrição em anexo. 

11/03 (sáb), às 15h | infantil

Família MAM

Ifé Okan – Oficina de autorretrato para crianças com Yeejide

A oficina Ifé Okan propõe um espaço de descoberta para a experimentação imaginária e o compartilhamento de histórias, possibilitando a cada criança construir um autorretrato próprio por meio de uma técnica não convencional na história da arte – a participação familiar e a colagem. A ideia é que a criança seja conduzida a uma jornada no fazer artístico que a levará à produção de autorretratos da imagem que tem de si, e à vivência e construção de memórias entre os familiares.

Yeejide é dançarina e artista visual. É Yawo no Ilê Alasé Ogun Mege e pesquisa cultura popular e tradições afro-diaspóricas. Acredita que as tradições de terreiro, memórias, imaginário popular e a conexão com a natureza são estímulos que promovem conexão do pensamento e consciência da relação do corpo com os espaços em que habita.

Atividade presencial voltada para crianças a partir de 3 anos acompanhada de seus responsáveis. Inscrições com 30 minutos de antecedência com o MAM Educativo na recepção do museu. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48h de antecedência. 

12/03 (dom), às 15h | mulheres | poesia

Domingo MAM

Slam das Manas em Libras

O Slam das Manas é uma batalha poética que segue os padrões dos demais: poderão ser lidos somente textos autorais de até 3 minutos, sem que o declamador faça uso de figurino ou objeto cênico, e o júri é convocado aleatoriamente, sendo as notas de 0 a 10. O único diferencial é que somente mulheres (hétero, lésbicas, bis, ou trans) podem batalhar. A vencedora ganha o prêmio em livros.

Atividade presencial e aberta a mulheres de todas as idades. Acessível em libras. Para  audiodescrição solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48h de antecedência. 

18/03 (sáb), às 14h | pintura

Família MAM

Grafismo corporal do Alto XINGÚ, com Kawakani Mehinako

Pinturas de grafismo são símbolo dos artefatos e artesanias que partem da cosmovisão dos povos originários do XINGÚ. Nessa intervenção, as famílias serão convidadas a terem contato com os grafismos, símbolo de proteção e força para os povos da floresta. Os adultos poderão fazer pinturas a partir do jenipapo (fruta), e as crianças usarão tintas coloridas e laváveis. Durante a oficina, Kawakani Mehinako compartilhará saberes sobre usos, costumes e significados dos grafismos pintados no corpo. A atividade conta também com a produção da artista têxtil Clarissa Neder.

Atividade presencial voltada para crianças a partir de 3 anos acompanhadas de seus responsáveis. Inscrições com 30 minutos de antecedência com o MAM Educativo na recepção do museu. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar através do e-mail [email protected] com até 48h de antecedência.

Kawakani Mehinako veio da Terra Indígena do Alto Xingú estudar em São Paulo em 2019. Em sua estadia na cidade vem compartilhando um pouco de sua cultura e seus saberes. Ministra oficinas e cursos em diversos espaços culturais como o Museu Indígena e o Instituto Moreira Salles, onde trabalha atualmente no projeto Leituras da Exposição ‘Xingu Contatos’

18/03  (sáb), às 16h | leitura

Contatos com a arte

Sobre silenciamentos, com Ana Teixeira e Lívia Aquino

Ativação do trabalho Cala a boca já morreu!, de Ana Teixeira, com a participação de Lívia Aquino. As artistas farão uma leitura da pesquisa, feita em 2021 no acervo da Biblioteca Mário de Andrade, que resultou na publicação das páginas que aparecem expostas no Projeto Parede do MAM São Paulo. Os textos trazem trechos de livros que apresentam uma compilação de denúncias sobre variados tipos de opressão a que as mulheres foram submetidas durante os últimos séculos.

Atividade presencial voltada para professoras(es), educadoras(es), pesquisadoras(es), estudantes e artistas, aberta ao público e colaboradores do MAM.

Inscrições com 30 minutos de antecedência com o MAM Educativo na recepção do museu. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48h de antecedência. Para emissão de  certificado, solicitar pelo e-mail citado previamente após a atividade, com comprovante de inscrição em anexo.

Ana Teixeira é uma artista paulista que vive entre Colônia, Alemanha e São Paulo. Formada pela Escola de Comunicações e Artes e Mestre em Poéticas pela USP. Seu trabalho transita por diferentes meios, com interesse particular pelo desenho e pela arte participativa, tendo a literatura e o cinema como suas principais referências. Participou de exposições e residências em diferentes partes do mundo.

Lívia Aquino é pesquisadora da cultura e das artes visuais, professora e artista fortalezense. Sua prática opera conexões entre imagem, escrita e leitura. Doutora em Artes Visuais e Mestre em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É professora na pós-graduação em Práticas Artísticas Contemporâneas e na graduação de Artes Visuais e de Produção Cultural da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em São Paulo. 

19/03 (dom), às 15h | dança

Domingo MAM

Forró das Minas apresenta “As Arrumadinhas”

O coletivo Forró das Minas apresenta um quarteto de mulheres (sanfoneira, zabumbeira, trianguleira e flautistas), em uma apresentação conhecida como “As Arrumadinhas”. O espetáculo de dança é uma homenagem realizada por mulheres a outras mulheres, e traz o prestígio das grandes referências femininas do forró brasileiro, empoderando e fortalecendo a cena cultural feminina do forró pé de serra e da cultura nordestina.

O Coletivo Forró das Minas é formado por mais de 48 mulheres que resgatam e fortalecem o legado de artistas tão significativos na história da cultura brasileira. Realizaram, em 2022, o 1º Festival só de mulheres da história da música, o “Festival Forró das Minas”, com + de 35 artistas no palco. Mulheres nordestinas, pretas, periféricas, mães solo, lésbicas, PCD, que se conectam através de suas artes e levam até o público uma apresentação dinâmica, revezando as vozes e instrumentos.

Atividade presencial e aberta ao público de todas as idades. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48h de antecedência. 

25/03 (sáb), às 15h | primeira infância | dança

Família MAM

Ser Colo de quem é Colo: Oficina para cuidadoras/es com bebês, com a CRIA Cia de Dança

A oficina busca oferecer uma vivência em dança para pessoas que cuidam de bebês – mães, pais, avós ou quem mais for responsável pelo cuidado próximo dos pequenos. Inspirada no processo do espetáculo “Ser Colo”, da CRIA Cia de Dança, a oficina apresenta métodos e iniciativas que propõem o autocuidado de quem cuida, além de exercícios sensoriais por meio do contato com tecidos utilizados em cena pelas dançarinas; explorando possibilidades criativas e lúdicas de se relacionar com o/a bebê.

Formada pelas dançarinas Beatriz Miguez e Larissa Pretti, a CRIA Cia de Dança desenvolve um trabalho voltado à primeira infância. Beatriz e Larissa fundaram a CRIA após se tornarem mães. Apesar da vasta experiência que já possuíam como educadoras, a maternidade despertou nelas um desejo de mergulhar em uma pesquisa profunda sobre a movimentação dos bebês, a relação destes com seus cuidadores e, sobretudo, as possibilidades de criação em dança para e com esse público, pois acreditam que os bebês são sujeitos de suas próprias histórias.

Atividade presencial voltada para cuidadoras/es com bebês. Inscrições com 30 minutos de antecedência com o MAM Educativo na recepção do museu. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48hs de antecedência. 

26/03 (dom), às 15h | canto

Domingo MAM
Uma Luiza: 10 anos de cantorias

A artista Uma Luiza Pessoa organiza um repertório íntimo para lembrar que, no ano de 2023, completa uma década de trabalho como cantadeira e artista independente – caminhando entre poesias e histórias. A arte-educadora e cantora convida o público a uma reflexão sobre o que é ser Cantadeira, entre canções inéditas e cantigas consagradas nos discos “Cigarra na folha de pedra” (2018) e “A casa dos Homens” (2020).

Uma Luiza é artista, mulher e travesti, e encontra na música uma estratégia de enfrentamento e diálogo com seu território e com as pessoas. Sua música intimista e artesanal refuta a norma culta da música e livre experimenta os sons e ritmos a partir da percussão e da voz com o auxílio de pedais eletrônicos para produzir intervenções/interferências sonoras, cantigas, poesias e contar histórias.

Atividade presencial e aberta ao público de todas as idades. Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48hs de antecedência. 

28/03 (ter), às 19h | online

Contatos com a arte

Radiografias visuais femininas negras como práxis para uma educação antirracista, com Janaína Machado

O encontro “Radiografias visuais femininas negras como práxis para uma educação antirracista” tem por objetivo suscitar reflexões sobre educação antirracista e o currículo e trajetória da produção artística contemporêna de mulheres negras. A proposta é apresentar obras, compartilhar textos teóricos, músicas e fomentar reflexões críticas em torno de temas relacionados ao epistemicídio, justiça cognitiva e práticas pedagógicas descolonizadoras.

Janaína Machado é educadora, pesquisadora e poeta. Mestre em Estudos Étnicos pela Universidade Federal da Bahia-UFBA com a pesquisa “Radiografias epistêmicas: Poéticas políticas negras na Bienal de São Paulo no Programa de Estudos Étnicos e Africanos-Pós Afro e Graduada em Letras-Português e Linguística pela USP. Desenvolve pesquisas e consultoria no campo dos estudos das relações étnico-raciais a partir do eixo da mediação cultural, arte e educação, promovendo cursos de formação de educadores e professores. Pesquisa o campo da performance da negritude e da crítica negra artística contemporânea e atualmente coordena o GT nacional de Teorias do Espetáculo e da Recepção da ABRACE.

Atividade virtual voltada para professoras(es), educadoras(es), pesquisadoras(es), estudantes e artistas, aberta ao público e colaboradores do mam.  Inscrições online no site oficial do MAM.Para intérprete de Libras ou audiodescrição, solicitar pelo e-mail [email protected] com até 48h de antecedência. Para emissão de certificado, solicitar pelo e-mail citado após a atividade, com comprovante de inscrição em anexo.

MAM São Paulo

Localizado no Parque Ibirapuera, a mais importante área verde de São Paulo, o edifício do MAM foi adaptado por Lina Bo Bardi e conta, além das salas de exposição, com ateliê, biblioteca, auditório, restaurante e uma loja onde os visitantes encontram produtos de design, livros de arte e uma linha de objetos com a marca MAM. Os espaços do Museu se integram visualmente ao Jardim de Esculturas, projetado por Roberto Burle Marx para abrigar obras da coleção. Todas as dependências são acessíveis a visitantes com necessidades especiais.

Serviço:

Fevereiro com MAM Educativo

Museu de Arte Moderna de São Paulo

Local: Parque Ibirapuera, portões 2 e 3 (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n° – Vila Mariana, São Paulo).

Funcionamento: Terça a domingo, das 10h às 18h.

Ingressos: A entrada no MAM está com valor de R$25 inteira e R$12,50 meia-entrada. Aos domingos, a entrada é gratuita e você pode contribuir com o valor que quiser. Contribua como desejar para que o MAM continue trazendo arte e cultura para o maior número de pessoas possível!

Meia-entrada para estudantes, com identificação; jovens de baixa renda e idosos (+60). Gratuidade para crianças menores de 10 anos; pessoas com deficiência e acompanhante; professores e diretores da rede pública estadual e municipal de São Paulo, com identificação; sócios e alunos do MAM; funcionários das empresas parceiras e museus; membros do ICOM, AICA e ABCA, com identificação; funcionários da SPTuris e funcionários da Secretaria Municipal de Cultura.

Compartilhar:

  • Data: 06/03/2023 11:03
  • Alterado: 06/03/2023 11:03
  • Autor: Redação
  • Fonte: MAM São Paulo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados