Agravamento da Covid-19 na região, faz Sicredi suspender Assembleias em Mogi e região

Instituição financeira cooperativa entende que o momento exige prevenção máxima e cuidados para preservar a saúde de seus associados

  • Data: 03/03/2021 16:03
  • Alterado: 03/03/2021 16:03
  • Autor: Redação
  • Fonte: Divulgação Sicredi
Agravamento da Covid-19 na região

Crédito:Reprodução

Você está em:

Em virtude do agravamento no cenário da pandemia da Covid-19 em todo o Brasil e na Região do Alto Tietê, a Sicredi Progresso PR/SP decidiu suspender as Assembleias de Núcleo das agências de Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes e Suzano que seriam realizadas nesta quarta-feira (03). As novas datas e formato dos eventos serão divulgadas em breve pela diretoria da instituição financeira cooperativa.

Apesar de seguir todos os protocolos sanitários recomendados pelas autoridades de Saúde do País em suas Assembleias, a Sicredi Progresso PR/SP entende que o momento exige prevenção máxima e decidiu por suspender os eventos para preservar seus associados.

Apesar da suspensão, a Sicredi Progresso PR/SP reforça que mesmo diante da maior pandemia sanitária dos últimos 100 anos e enfrentando uma crise econômica e social que reduziu o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 4,1%, a cooperativa fechou o ano fiscal de 2020 com um crescimento de 17%.

Ao final de 2020, o resultado foi de R$ 21,6 milhões, em ativos R$ 148,7 milhões e na carteira de crédito R$ 973,6 milhões. Junto a isso, atingiu a marca de 44,8 mil cooperados. “Apesar do cenário econômico desfavorável e a crise sanitária mundial, nosso resultado ratifica que o cooperativismo é o caminho do desenvolvimento sustentável. Crescemos 17% em um ano atípico e isso é uma conquista do nosso modelo de negócios”, comemora o presidente, Cirio Kunzler.

Na Assembleia Geral Ordinária são discutidas a Prestação de Contas; Destinação dos Resultados; Destinação do FATES; Aprovação de Normativos; 40 Anos da cooperativa Sicredi Progresso PR/SP; Eleição do Conselho Fiscal, entre outros assuntos de interesse do quadro social.

Conforme o Estatuto Social, os Coordenadores de Núcleos votaram em uma chapa para o Conselho Fiscal em reunião prévia realizada em fevereiro e que é submetida à Assembleia. Seguindo os passos do Conselho de Administração, que teve em sua última eleição maioria feminina na composição do grupo, na chapa do Conselho Fiscal as mulheres representam 50% dos integrantes, dando equilíbrio a participação das mulheres nos fóruns de decisão.

Compartilhar:

  • Data: 03/03/2021 04:03
  • Alterado: 03/03/2021 04:03
  • Autor: Redação
  • Fonte: Divulgação Sicredi









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados