Ribeirão Pires Saúde

Ribeirão Pires alcança o menor índice de mortalidade infantil dos últimos 4 anos

Entre ações que contribuem para a marca, cidade lidera índice de cobertura vacinal para crianças até 1 ano de idade no Grande ABC

  • Data: 03/04/2024 14:04
  • Alterado: 03/04/2024 14:04
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMETRP
reducao-mortalidade-infantil-rp

Aos 33 anos, a moradora de Ouro Fino, Priscila Pamony deu à luz ao pequeno Marcos Junior no Hospital e Maternidade São Lucas

Crédito:Gabriel Mazzo/PMETRP

A saúde de Ribeirão Pires atingiu importante marca com a redução da mortalidade infantil na cidade, registrando o menor índice dos últimos 4 anos. Em 2023, o número de crianças que faleceram antes de completar um ano de vida ou natimortos com 22 semanas ou até 500 gramas foi de 6,7%. O índice é calculado pelo número de óbitos de crianças até um ano de vida, sobre o número de nascidos vivos, por mil habitantes.

Entre as ações que contribuíram para o alcance da marca está a implementação do sistema nas unidades básicas de saúde que permitiu o controle das doses aplicadas em crianças com menos de 1 ano. Caso o bebê não esteja com o calendário de imunização atualizado, os agentes comunitários realizam visitas às famílias para incentivar a vacinação.

Ribeirão Pires obteve aumento na cobertura vacinal para crianças até 1 ano de idade, conforme indicadores do Previne Brasil, programa federal que destina recursos para a Atenção Primária. O município alcançou proporção de 90% de imunização no terceiro quadrimestre de 2023, com o maior índice da região do Grande ABC.

Além disso, a cobertura vacinal para crianças de um ano de idade ultrapassou as metas estabelecidas em diversos imunizantes, incluindo rotavírus, com 96,56% (meta de 90%), e pneumo 10, com 98,33% (meta de 95%), entre outras vacinas, graças aos esforços concentrados nas unidades de Atenção Primária – UBS e USFs, conforme dados do Previne Brasil.

A Prefeitura também oferece acompanhamento para gestantes, proporcionando atendimento especializado nas UBS – USFs, onde são realizados pré-natais completos, exames de ultrassonografia morfológica, obstétrica e entre outros. Para mulheres em gravidez de risco, o CAISM (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher) oferece atendimento específico. O equipamento especializado da na saúde feminina foi inaugurado pelo município em 2022.

Como parte dessa rede de cuidados, o Hospital Maternidade São Lucas realiza partos na rede pública, garantindo um serviço humanizado.

“A saúde em Ribeirão Pires é prioridade. Com modernização e boa gestão, estamos garantindo mais qualidade aos serviços oferecidos nas unidades públicas. Com padrão definido e parâmetros atingidos na rede particular, já registramos indicadores positivos que mostram que estamos no caminho certo, levando mais saúde e dignidade para os moradores”, destacou o prefeito Guto Volpi.

Zero mortalidade materna – Ribeirão Pires, pelo terceiro ano consecutivo, registrou taxa zero de mortalidade materna. Desde 2021, não há registro de óbito de mulheres acompanhadas nas unidades públicas e particulares do município durante a gestação, no momento do parto e no período pós-parto.

Compartilhar:

  • Data: 03/04/2024 02:04
  • Alterado: 03/04/2024 02:04
  • Redação
  • PMETRP









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados