ABC Literatura

Relembre vida e obra de Cruz e Sousa: falecimento do poeta completa 125 anos

Filho de pais negros escravizados é conhecido como o mais importante poeta do simbolismo brasileiro

  • Data: 19/03/2023 11:03
  • Alterado: 19/03/2023 11:03
  • Autor: Be Nogueira
  • Fonte: ABCdoABC
Relembre vida e obra de Cruz e Sousa: falecimento do poeta completa 125 anos

Imagem do poeta Cruz e Souza

Crédito:Fundação Catarinense de Cultura

Neste domingo (19) completam-se 125 anos do falecimento do poeta Cruz e Sousa.. Nascido em 1861, sua história nos conduz à reflexão sobre oportunidade e a intelectualidade negra dentro do sistema escravocrata.

Filho de escravizados, João da Cruz e Sousa, foi apadrinhado pelo coronel Xavier de Sousa, recebendo seu sobrenome. Hoje é referência na literatura brasileira e um grande porta-voz e atuante abolicionista.

Seus principais trabalhos em vida são, a poesia Broquéis (1893), o poema em prosa Missal (1893) e Tropos e fantasias (1885) poema em parceria com Virgílio Várzea. Além de obras póstumas, como Últimos sonetos (1905), Evocações (1898), Faróis (1900), Outras evocações (1961), O livro derradeiro (1961) e Dispersos (1961).

Desde muito jovem, Cruz apresentava facilidade com diferentes temas e áreas do conhecimento, e estudou como bolsista em uma escola de elite de Santa Catarina. Mesmo com “privilégios”, oportunidades e hoje sendo reconhecido por seu trabalho, viveu à margem da sociedade.

Vítima do racismo – ainda que fosse um jovem intelectual, inserido na literatura e colaborasse com importantes veículos de comunicação de Santa Catarina- não era devidamente reconhecido e viveu com sua esposa e quatro filhos em situação de vulnerabilidade. Morrendo de tuberculose, aos 36 anos de idade, pobre e sem sua importância evidência ainda em vida.

Compartilhar:

  • Data: 19/03/2023 11:03
  • Alterado: 19/03/2023 11:03
  • Autor: Be Nogueira
  • Fonte: ABCdoABC









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados