ABC São Paulo

Prefeitura de SP entrega obras de modernização da Estação de Transferência Vergueiro

A estação contava com uma área construída de 4.200 m², que foi ampliada em quase 70%, com investimentos de R$ 70 milhões

  • Data: 11/08/2022 07:08
  • Alterado: 16/08/2023 22:08
  • Autor: Redação
  • Fonte: Prefeitura de São Paulo
Prefeitura de SP entrega obras de modernização da Estação de Transferência Vergueiro

ENTREGA DAS OBRAS DE MODERNIZAÇÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA VERGUEIRO

Crédito:Prefeitura de SP

A Prefeitura de São Paulo entregou as obras de modernização da Estação de Transferência Vergueiro, na Zona Sul da capital. Com R$ 70 milhões investidos, as obras foram iniciadas no segundo trimestre de 2021, após a obtenção das licenças necessárias e aprovações dos órgãos competentes.

Segundo o prefeito Ricardo Nunes, antes da modernização os moradores da região passavam transtornos com esse equipamento, mas agora a Estação conta com a maior tecnologia do mundo e ações de respeito ambiental. “Essa ação vai possibilitar que a gente evite que por dia nós tenhamos os caminhões de lixo transitando na quantidade de 10 mil quilômetros. Os caminhões vêm para cá e eles levam [os resíduos] com caminhões maiores. É um grande ganho para cidade no ponto de vista econômico e ambiental”, disse.

O projeto de modernização foi desenvolvido com contribuições da comunidade do entorno e de projetos semelhantes realizados em outros países, para garantir uma integração arquitetônica com a vizinhança, assegurando um ambiente visual mais agradável, a valorização da região e benefícios concretos à população local.

“São Paulo é uma das poucas cidades do mundo que lançou o Plano de Ação Climática. Foi apresentada uma agenda até 2050 para o mundo com uma preocupação com o meio ambiente e com a sustentabilidade. Temos 43 missões que a cidade se propõe a fazer e dentro dessas missões uma das mais importantes é o tratamento de resíduos sólidos e aqui estamos dando cumprimento a essa missão”, afirmou o secretário do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo de Castro.

Localizada em um terreno com pouco mais de 6.000 m², a estação contava com uma área construída de 4.200 m², que foi ampliada em quase 70%, alcançando hoje 7.100 m², em um projeto arquitetônico diferenciado.

Com o espaço modernizado haverá a redução de vetores e ruídos, já que a operação é realizada em um ambiente fechado e controlado. Os odores também serão reduzidos com o tratamento interno e externo do ar feito com sistema de dutos para captar, tratar e renovar o ar presente no local até 8 vezes por hora.

Painéis fotovoltaicos com capacidade para geração de 170 kW/h, suficientes para toda iluminação da unidade, promovem a autogeração de energia elétrica.

Na Estação também é possível fazer a captação e o tratamento de águas pluviais, com uma Estação de Tratamento de Esgoto com capacidade para armazenamento de 150 mil litros. A água será usada para lavagem dos pátios.

Para incrementar ainda mais as ações de educação e conscientização ambiental, foi construída uma sala para palestras e visitações, com janelas que permitem uma visão completa da operação. A expectativa é receber grupos de estudantes, ONGs e instituições interessadas em compreender melhor o sistema de limpeza urbana da cidade de São Paulo.

“Sou testemunha da dedicação do prefeito em relação ao clima na cidade. Não é à toa que São Paulo recebeu um prêmio da UCCI [União das Cidades Capitais Ibero-americanas] como cidade Ibero-americana na questão climática. Espero que até o final do mandato nós recebamos muitos prêmios internacionais”, contou a secretária de Relações Internacionais, Marta Suplicy.

A Estação de Transferência Vergueiro entrou em operação em 1978 no Ipiranga, bairro da Zona Sul da capital, e representa uma peça fundamental para o bom funcionamento do sistema logístico dos serviços de coleta, transporte, tratamento e destinação final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos domiciliares do agrupamento sudeste.

A Ecourbis Ambiental é desde outubro de 2004 responsável pela prestação dos serviços em todo o agrupamento sudeste, área que abrange as zonas sul e leste e reúne 19 das 32 subprefeituras existentes na cidade.

Diariamente, a concessionária coleta aproximadamente 7 mil toneladas de resíduos domiciliares e todo o material é destinado ao Aterro Sanitário CTL – Central de Tratamento de Resíduos Leste, instalado no extremo leste de São Paulo. Apenas na Estação de Transferência Vergueiro, são transferidas 1.500 toneladas de resíduos recolhidos em bairros das subprefeituras de Vila Prudente, Ipiranga, Vila Mariana e Jabaquara.

Licenciamento

O licenciamento ambiental estadual da Estação de Transferência Vergueiro foi iniciado em 2009. Após diversas tratativas com esse órgão ambiental, entre elas, a definição da responsabilidade sobre a área do antigo incinerador ser da Prefeitura de São Paulo, foi emitida a Licença de Operação à Título Precário em junho/2022, logo após a conclusão da obra.

Já o licenciamento junto a Secretaria Municipal de Licenciamento (Smul) teve início em janeiro/2015, concomitantemente a solicitação de Licença de Instalação à CETESB, sendo emitido o Alvará de Aprovação e Execução de Reforma em agosto/2020.

Estações de transferência

As estações de transferência, também conhecidas como transbordos são importantes na operação da gestão de resíduos sólidos em grandes cidades pois reduzem a circulação dos caminhões compactadores nas ruas, medida que contribui para minimizar tanto a emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE) quanto impactos ao trânsito na cidade, permitindo que a coleta seja realizada no menor tempo possível, já que são instaladas em um ponto intermediário entre o aterro sanitário e os centros de massa de geração de resíduos sólidos domiciliares, onde a coleta é realizada.

Todo o material recolhido é transferido para carretas com capacidade para transportar a carga de mais de dois caminhões compactadores.

Compartilhar:

  • Data: 11/08/2022 07:08
  • Alterado: 16/08/2023 10:08
  • Redação
  • Prefeitura de São Paulo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados