Ribeirão Pires Meio Ambiente

Prefeitura de Ribeirão Pires adverte sobre os riscos de alimentar animais silvestres e destaca medidas de precaução

Equipe ambiental ressalta a importância da preservação da fauna local e orienta a população sobre como agir em caso de avistamento de espécies selvagens

  • Data: 23/02/2024 17:02
  • Alterado: 23/02/2024 17:02
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMETRP
Bugio

Crédito:Gabriel Mazzo/PMETRP

A equipe ambiental da Prefeitura de Ribeirão Pires tem intensificado seu alerta à população sobre os perigos de alimentar animais silvestres, especialmente os primatas de grande porte conhecidos como Bugios, avistados com frequência na região. Maria Helena Cavallari, médica veterinária integrante da equipe, ressalta a importância desse alerta, enfatizando os riscos tanto para os próprios animais quanto para os moradores locais.

“Os animais silvestres têm um papel fundamental no ecossistema, e interferir em seus hábitos alimentares pode ter consequências graves. Ao alimentá-los, podemos causar dependência e desequilibrar todo o ciclo natural”, explica Cavallari.

Além disso, a médica veterinária alerta para o comportamento imprevisível desses animais quando se sentem ameaçados. “Por serem selvagens, os animais podem reagir de maneira agressiva se se sentirem acuados ou incomodados, o que pode representar um risco real para os moradores locais”, acrescenta.

A presença dos Bugios, por exemplo, em áreas urbanas tem sido observada com mais frequência, o que levou a equipe ambiental a intensificar suas ações de conscientização. A orientação principal é nunca alimentar esses animais e evitar qualquer tipo de interação que possa perturbá-los em seu habitat natural.

Para garantir a segurança de ambos, moradores e animais silvestres, a Prefeitura de Ribeirão Pires disponibiliza canais de comunicação diretos com o departamento de fauna. Em caso de avistamento de animais fora de seu habitat, a população pode acionar as autoridades competentes através dos números 4824-4197 ou 97211-1112.

É importante ressaltar que a preservação da fauna local não depende apenas das autoridades, mas também do comportamento consciente de cada cidadão. Respeitar a vida selvagem e evitar interferências desnecessárias são atitudes essenciais para garantir a harmonia entre o homem e a natureza.

Compartilhar:

  • Data: 23/02/2024 05:02
  • Alterado: 23/02/2024 05:02
  • Redação
  • PMETRP









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados