ABC Cultura

Oficinas Culturais têm aulões sobre Maria Firmina dos Reis, Cineclube e espetáculos

As unidades Alfredo Volpi, Maestro Juan Serrano e Oswald de Andrade terão uma programação diversa ao longo do mês, explorando a literatura, o teatro, a geração de renda e o cinema

  • Data: 11/05/2022 11:05
  • Alterado: 17/08/2023 04:08
  • Autor: Redação
  • Fonte: Secretaria de Cultura e Economia Criativa
Oficinas Culturais têm aulões sobre Maria Firmina dos Reis

Oficinas Culturais têm aulões sobre Maria Firmina dos Reis

Crédito:Roberto Simão (colagem) - Divulgação

As Oficinas Culturais, programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, e gerenciado pela Poiesis, irão explorar diversas linguagens artísticas ao longo do mês de maio. A programação gratuita ocorre tanto no espaço virtual como presencial nas unidades. 

OC OSWALD DE ANDRADE

Até o dia 13 de maio, será possível se inscrever para participar da atividade Aulas abertas – 200 anos de Maria Firmina dos Reis, proposta pela Romã Atômica Produtora em parceria com membros do Núcleo de Pesquisa Drama Seis, com o objetivo de celebrar o bicentenário da escritora. Relativamente ainda pouco conhecida, Maria Firmina dos Reis (1822-1917), autora de Úrsula (1859), é considerada a primeira romancista negra brasileira. De 16 a 20 maio, das 20h às 21h30, serão transmistidas pelo canal do YouTube das Oficinas Culturais aulas temáticas que visam incentivar a análise da produção literária de Maria Firmina. Confira o cronograma no site das Oficinas Culturais. Os inscritos receberão o link para assistir aos conteúdos no YouTube. 

De 11 a 26 de maio, a Oficina Cultural recebe a adaptação da peça “A Morta” (1937), de Oswald de Andrade, pela Cia Aberta de Teatro. Com direção de Cacá Toledo, que foi convidado para coordenar o projeto ‘Didática da Encenação’, da Oficina Cultural Oswald de Andrade, iniciativa composta por uma série de oficinas formativas para capacitar os atores e a equipe técnica e artística, a peça pretende celebrar os 100 anos da Semana de Arte Moderna.

Em “A Morta”, Oswald de Andrade se insere inteiramente no movimento modernista e faz questão de questionar a si mesmo, levantando o conflito entre o tradicional e o moderno. Na última e a mais densamente poética peças teatrais de Oswald de Andrade, a ação dramática é reduzida ao mínimo e se apresenta sobretudo através de vozes e devaneios de figuras fantasmagóricas de um mundo em ruínas. A encenação da Cia Aberta de Teatro leva em conta o sucateamento dos patrimônios públicos, o desmonte da cultura do atual governo e a especulação imobiliária do entorno da cidade. As apresentações ocorrem de quarta à sexta das 20h às 21h30, e aos sábados das 18h às 19h30. 

Também há espaço para o cinema na unidade com o Cineclube Oswald, projeto que desde 2018 exibe filmes gratuitos. Neste mês, a programação busca homenagear as mães. Entre os destaques da programação estão: “Tudo sobre minha mãe” (1999), dir. Pedro Almodóvar, que será exibido no dia 16 de maio, às 15h e às 19h30; “O bebê de Rosemary” (1986), dir. Roman Polanski, no dia 23 de maio, com sessões às 15h e às 19h30; “Mamma Mia” (2008), dir. Phyllida Lloyd, dia 25 de maio às 15h; e “Minha mãe é uma peça 3” (2019), dir. Susana Garcia, dia 27 de maio, às 15h. 

OC JUAN SERRANO

Na Zona Norte, a linguagem que move as atividades é a geração de renda com a Oficina de Arte do Stencil na Economia Criativa, que será realizada de 16 a 30 de maio, às segundas-feiras, das 14h30 às 16h30. Utilizando materiais como papelão ou chapas utilizadas para raio X, os participantes criarão a própria figura e, após um minucioso trabalho de corte, decalcarão a imagem com tintas coloridas em superfícies, como papel, tecidos, plásticos e paredes. Os materiais serão oferecidos gratuitamente. É possível se inscrever até 12 de maio. A oficina presencial será ministrada pelo artista Thiago Alves, ou Looca, como é conhecido. 

OC ALFREDO VOLPI 

Já na Zona Leste, o destaque é o Espetáculo Revoada, do Coletivo Corpo Aberto, que une o teatro e a dança para trazer corpos pássaros que se deslocam e realizam aprendizados de voo através de uma menina brincando com passarinhas no quintal, planejando o dia que conseguirá revoar com elas. A apresentação será na terça-feira, 17 de maio, das 10h às 11h, na Oficina Cultural. 

Além disso, está aberta para visitação a exposição Ancestralidade de Quintal, coordenada e produzida pelo bando de bordadeiras e bordadeiros “o fio que nos une”, que nasceu em 2017 a partir da oficina “A escrita como um fio que nos une”, ministrada por Natame Diniz na Oficina Cultural Alfredo Volpi. Nesta exposição, o grupo reúne livros bordados com receitas de familiares, vizinhos e da memória de forma a resgatar a própria ancestralidade por meio do alimento. A visitação segue até 21 de junho de terça a quinta, das 10h às 21h30, e sexta e sábado, das 10h às 18h. 

Para entrada nos prédios das Oficinas Culturais é obrigatório a apresentação do comprovante de vacinação contra Covid-19, com no mínimo duas doses ou dose única, de acordo com o decreto nº 60.989, da PMSP. Em razão do avanço da pandemia, algumas atividades podem ser alteradas ou canceladas. Antes de ir, entre em contato com a unidade. As unidades recomendam o uso da máscara de proteção nos ambientes internos. 

A programação completa pode ser acessada no site das Oficinas Culturais.

SERVIÇO:

OC Oswald de Andrade 

AULAS ABERTAS — PROJETO 200 ANOS DE MARIA FIRMINA DOS REIS

Coordenação: Romã Atômica Produtora

De 16 a 20/05, das 20h às 21h30.

Inscrições até 13 de maio | Aqui.

Seleção: Por ordem de Inscrição | Vagas: 100

Indicado para maiores de 14 anos.

Atividade online – Youtube das Oficinas Culturais.

*O projeto 200 Anos de Maria Firmina dos Reis foi contemplado no EDITAL PROAC Nº 21/2021 — INCENTIVO À LEITURA / ESTUDOS E PESQUISAS CULTURAIS do Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. 

ESPETÁCULO “A MORTA”

Coordenação: Cia Aberta de Teatro

De 11 a 28/05, sendo:

De quarta à sexta das 20h às 21h30 | Sábados das 18h às 19h30

Presencial na OC Oswald de Andrade. O espetáculo ocupa de forma itinerante os espaços internos e externos da Oficina.

Lotação: 40 a 60 pessoas.

Retirar ingressos com 1 hora de antecedência.

FICHA TÉCNICA:

A Morta, de Oswald de Andrade

Criação, dramaturgia e encenação: Cia Aberta de Teatro

Direção: Cacá Toledo

Elenco: Amadeu Carvalho, Alanis Mahara, Arys Cavalcante, Bianka Barbalho, Bia Torres, Francesco Chiocolla, Garcia, Laura Ludwig, Lae Araújo, Lucas Frizo, Luma Belfort, Marco Arcúrio, Marta Braga, Marina Rodrigues, Marina Atra, Maria Marangoni, Maurício Soares Filho, Noedir Ferrara, Patricia Nardo, Rafaela Bortoletto, Raul Vicente, Roberto Herreira, Rosseline Juarez, Vitória Mancini. 

CINECLUBE OSWALD – PROGRAMAÇÃO ESPECIAL PARA O MÊS DAS MÃES

De 9 a 27 de maio.

Horário: exibições às 15h e às 19h30 de segunda a sexta e aos sábados às 15h e às 18h (depende do filme exibido).

Lotação máxima: 25 pessoas.

Retirar ingressos com 1 hora de antecedência.

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade – Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo/SP 

Oficina Cultural Oswald de Andrade

Rua Três Rios, 363 — Bom Retiro — São Paulo

Telefone: (11) 3222-2662 | Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira das 10h às 21h00, aos sábados das 11h às 18h.

No site Oficinas Culturais, o público encontra informações sobre as medidas sanitárias para combater a proliferação de Covid-19;

Acessibilidade: rampa de acesso para cadeirantes.

Programação gratuita. Para conferir a programação completa acesse o site do programa Oficinas Culturais.

OC MAESTRO JUAN SERRANO.

A ARTE DO STENCIL NA ECONOMIA CRIATIVA: OFICINAS DE OFÍCIO COMO GERAÇÃO DE RENDA

Coordenação: Looca.

De 16 a 30/5 | Segundas-feiras das 14h30 às 16h30

Descrição do Público: Terceira idade e demais interessados em empreendedorismo e um novo ofício na área artística.

Vagas: 12 |

Inscrições até 12 de maio | Aqui.

Atividade presencial na OC Maestro Juan Serrano

OBS: Os participantes receberão da Oficina Cultural Juan Serrano todos os materiais gratuitamente. 

Oficina Cultural Maestro Juan Serrano

Rua Joaquim Pimentel, 200 — Cohab Taipas — São Paulo

Telefone: (11) 3994-3362 | Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Para visitar a Oficina, agende antecipadamente pelo WhatsApp (11) 3971-3640.

No site Oficinas Culturais, o público encontra informações sobre as medidas sanitárias para combater a proliferação de Covid-19;

Acessibilidade: rampa de acesso para cadeirantes e barras de segurança no sanitário

Programação gratuita. Para conferir a programação completa acesse o site do programa Oficinas Culturais

OC ALFREDO VOLPI 

ESPETÁCULO REVOADA

Coordenação: Coletivo Corpo Aberto

17/5 — Terça-feira das 10h às 11h

Pré-requisitos: Aberta ao público

Vagas: 20

Presencial | OC Alfredo Volpi 

EXPOSIÇÃO “ANCESTRALIDADE DE QUINTAL”

Coordenação: Clube O Fio Que Nos Une

Até 21 de junho.

Visitação: De terça a quinta das 10h às 21h30 | Sexta e sábado das 10h às 18h.

Gratuito. Sem necessidade de agendamento.

Presencial na OC Alfredo Volpi. 

Oficina Cultural Alfredo Volpi

Rua Américo Salvador Novelli, 416 — Itaquera — São Paulo

Telefone: (11) 2205-5180 | Horário de funcionamento: de terça a sexta-feira, das 11h às 17h.

Detalhes sobre os protocolos para visitas podem ser conferidos no site.

Acessibilidade: Elevador, banheiro acessível para cadeirantes e rampa de acesso na entrada.

Programação gratuita. Para conferir a programação completa acesse o site do programa Oficinas Culturais.

Compartilhar:

  • Data: 11/05/2022 11:05
  • Alterado: 17/08/2023 04:08
  • Redação
  • Secretaria de Cultura e Economia Criativa









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados