ABC Economia

Na COOP, a venda de pescados deve crescer 10% no período da quaresma

Em 2023, a peixaria representou 0,70% do faturamento da rede

  • Data: 21/02/2024 15:02
  • Alterado: 21/02/2024 15:02
  • Autor: Redação
  • Fonte: Coop
coop-pescado

Crédito:Divulgação

Tradicionalmente, durante o período da quaresma, os peixes ganham mais destaque nos pratos dos brasileiros e as redes varejistas reservam maior espaço a eles para que o consumidor tenha uma jornada de compra completa.

E na Coop, não é diferente, pois a categoria está em evidência. Em 2023, a peixaria representou 0,70% do faturamento da rede e no negócio dos perecíveis representou 1,5% do faturamento.

Neste ano, em comparação ao ano anterior, a área comercial prevê um crescimento na ordem de 10% nas vendas de pescados. “Bacalhau do porto e os peixes salgados como Zarbo, Saithe e Polaca do Alasca, além de tilápia, merluza, cação e salmão são os mais procurados no período da quaresma. Quanto ao mix, o principal incremento é sempre na variedade de cortes de bacalhau e de peixes salgados”, destaca Marcos Rodrigues, gerente comercial.

Para os demais tipos de peixe, a rede trabalha conforme a disponibilidade do mercado, uma vez que essa categoria sofre com o impacto do “defeso”, o que impossibilita ter à disposição dos consumidores alguns tipos de peixes, mesmo na sazonalidade.

Compartilhar:

  • Data: 21/02/2024 03:02
  • Alterado: 21/02/2024 03:02
  • Redação
  • Coop









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados