ABC São Paulo

Moradores se mobilizam contra novos acampamentos para shows no Allianz Parque

Comitê de Usuários da Praça Conde Francisco Matarazzo Jr. alega que situação prejudica mobilidade da região e contribui para poluição do espaço

  • Data: 06/09/2023 17:09
  • Alterado: 06/09/2023 17:09
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo
Moradores se mobilizam contra novos acampamentos para shows no Allianz Parque

A Praça Conde Francisco Matarazzo Jr. ocupada por acampamentos de shows do Allianz Parque

Crédito:Reprodução/Movimento Água Branca SP

Moradores do entorno do Allianz Parque alegam que cambistas e fãs estão se alojando em acampamentos na Praça Conde Francisco Matarazzo Jr e prejudicando a mobilidade e estrutura da região. Segundo Jupira Cauhy, representante do Comitê de Usuários da Praça Conde Francisco Matarazzo Jr., isso acontece há anos, uma vez que a Arena Allianz não conta com área interna para acomodar o público, mas se intensificou a partir do mês de julho.

Em junho, a Polícia Civil apreendeu mais de vinte cambistas no Allianz Parque, que acampavam na fila da bilheteria para comprar ingressos para o show de Taylor Swift. Atualmente, o comitê reitera que não é possível cravar que as pessoas que acampam na praça sejam apenas cambistas, mas, de qualquer forma, é o público que faz filas pra shows no Allianz.

De acordo com Jupira, garrafas, cacos de vidro, barracas e latinhas de bebidas alcoólicas são encontradas nesses acampamentos. Além disso, a moradora relata que a situação impacta na mobilidade da região.

“A Arena Allianz Parque não conta com área interna para acomodar o seu público, que aguarda durante muitas horas em filas, nas vias públicas. Isso traz um grande impacto à região, pois há bloqueio de calçadas, ruas e avenidas, e isso prejudica o acesso às ruas, comércio e condomínios e impacta na mobilidade do trânsito e do transporte público, com cerca de 20 linhas de ônibus desviadas”, explica.

“Em 2018 e 2019, a praça ficou tomada por mais de 6 meses com barracas do acampamento de público para os shows do grupo BTS. Isso fez com que o bairro perdesse a possibilidade de uso da sua praça”, reiterou.

Jupira afirma que o Comitê procurou a Subprefeitura da Lapa, responsável pela Praça Conde Francisco Matarazzo Jr. O último contato foi feito no dia 23 de agosto.

“O Comitê informou ao Subprefeito da Lapa e à Real Arenas/Programa Bom Vizinho, GCM e Conselho Tutelar que o grupo de pessoas que ficava diariamente na praça ‘formando fila’ (desde o começo de julho) estava passando às noites também. Não tivemos retorno. Eram cerca de 25 pessoas dormindo, e entre eles vários adolescentes. Por isso, informamos também o conselho tutelar”, explicou.

A representante conta que no dia 24 de agosto a Real Arenas permitiu que o público do show (que seria no dia 26) formasse fila na calçada da Arena e, desde então, o grupo saiu da praça.

No entanto, os moradores temem que a situação possa voltar a acontecer nos próximos meses, uma vez que a Arena Allianz Parque prevê mais de 25 shows no segundo semestre de 2023. The Weeknd, Evanescence, Roger Waters e RBD são apenas alguns dos shows que acontecerão no Allianz.

O Estadão entrou em contato com a subprefeitura e a Arena Allianz para um posicionamento, mas não obteve retorno até a publicação deste texto. O espaço segue aberto.

Compartilhar:










Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados