ABC Evento

Fundação Energia e Saneamento comemora 25 anos

Instituição celebra a preservação da memória e do patrimônio da energia e saneamento, o desenvolvimento de projetos culturais e educativos e a democratização de acesso a seu acervo.

  • Data: 07/03/2023 10:03
  • Alterado: 31/08/2023 19:08
  • Autor: Redação
  • Fonte: Fundação Energia e Saneamento
Fundação Energia e Saneamento comemora 25 anos

O vasto acervo e o relacionamento com o público estão entre as principais conquistas da Fundação de Energia e Saneamento

Crédito:Divulgação

Em 25 anos, o mundo mudou significativamente com expressivos avanços em todas as áreas do conhecimento. Um quarto de século atrás, o Google estava surgindo, o celular funcionava apenas como telefone e os televisores tinham um tubo na parte de trás. Há duas décadas e meia, também começava a ser criado no país o maior e mais importante acervo nacional sobre a história da energia elétrica, a Fundação da Energia de São Paulo, que cinco anos depois se tornaria a Fundação Energia e Saneamento. Para celebrar os 25 anos de atuação voltada à promoção de ações educativas e projetos culturais, a instituição promove uma série de eventos este ano.

Entre elas, destacam-se a entrada gratuita às três unidades da rede de Museus da Energia (nas cidades de São Paulo, Itu e Salesópolis) durante a semana de aniversário (programação completa abaixo), a realização da oficina gratuita “Documentos de Família”, voltada à preservação de documentos de valor afetivo e histórico, na sede da instituição em Jundiaí (sábado, 08/04), e o lançamento de uma exposição on-line sobre a história da instituição na plataforma Google Arts & Culture.

A Fundação foi criada em 1998, quando as empresas do setor elétrico brasileiro estavam sendo privatizadas. O governo estadual paulista criou uma instituição independente para preservar a memória e o patrimônio do gás e da eletricidade no Estado. Nascia a Fundação Patrimônio Histórico da Energia de São Paulo, entidade privada e sem fins lucrativos. Em 2004, a organização incorporou a temática do saneamento à sua missão, tornando-se Fundação Patrimônio Histórico da Energia e Saneamento ou Fundação Energia e Saneamento.

Entre 1999 e 2005, a instituição inaugurou os Museus de Energia de Itu, Salesópolis e São Paulo, fortalecendo o relacionamento com a comunidade. Segundo a diretora da Fundação, Rita Martins, em 25 anos de atividades a instituição celebra a preservação da memória e do patrimônio da energia e saneamento, o desenvolvimento de projetos culturais e educativos em seus três museus, a democratização do acesso ao seu patrimônio cultural, arquitetônico e ambiental, com Mata Atlântica preservada, subsídios para pesquisas sobre energia e saneamento, o fortalecimento da cidadania e do uso responsável dos recursos naturais.

O acervo da Fundação é um dos maiores do Estado de São Paulo, formado por documentos relacionados à história da energia, da tecnologia e do desenvolvimento urbano e industrial. São mais de 1.600 metros lineares de documentos técnicos e gerenciais, 260 mil documentos fotográficos, cerca de 4.050 objetos museológicos, além de documentos cartográficos, audiovisuais e sonoros, reunidos a partir de meados do século XIX.

A Fundação possui ainda a maior biblioteca do Brasil especializada no tema energia, com mais de 50 mil títulos, e um rico patrimônio arquitetônico e ambiental, formado por edificações históricas e ecossistemas naturais. São quatro Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs), as Usinas-Parque de Salesópolis, Rio Claro, Brotas e Santa Rita do Passa Quatro, algumas com áreas remanescentes de Mata Atlântica, e dois imóveis urbanos em Itu e Jundiaí. Por ano, a instituição recebe em média 32 mil visitantes em seus museus.

A diretora explica que, ao longo da trajetória, a Fundação sempre revisou e atualizou seu papel junto à sociedade, como um agente de transformação social, fomentando a discussão e interlocução entre as pessoas, sobre o passado, presente e futuro da água e da energia. Funcionário da Fundação desde 1998, Claudio Maçarico destaca a importância das pessoas que deram vida ao projeto e permaneceram dedicadas para que a instituição se consolidasse. “Eu parabenizo o esforço de todo mundo e me incluo também. Eu acho que esse foi o grande trunfo da Fundação, ter pessoas lá dentro que gostam da instituição”, defende.

Ações educativas

Há 25 anos a Fundação investe no fortalecimento do capital humano e social, com ações educativas e culturais para transformar as pessoas e a sociedade. Desde a criação, promove intenso diálogo, troca de cultura e conhecimento com o público. “Cada vez mais buscamos desenvolver uma relação sensível e prazerosa com a sociedade. Acreditamos que esse diálogo de tantos anos é a chave para um futuro sustentável, inteligente e mais humano. Acreditamos que nossa habilidade para inventar, reinventar e se superar é tão potente quanto a capacidade energética que podemos gerar”, afirma Rita.

O vasto acervo e o relacionamento com o público estão entre as principais conquistas da Fundação de Energia e Saneamento. Segundo Rita, a relação com a comunidade sempre foi próxima e ficou ainda mais estreita nos últimos anos, a partir de novas conexões. “Propomos um trabalho em sociedade, criando pontes afetivas e criativas com o público e o mundo, explorando diferentes pensamentos e incentivando a convivência. É mais do que olhar para o futuro, é ser cocriador de um mundo melhor”, afirma

A instituição se dedica a preservar memórias que construíram São Paulo e inspirar novas formas de viver, sentir e pensar, incluindo a diversidade dos pontos de vista. “Estamos atentos ao tempo em que vivemos e propomos um presente para essa memória. Desde o início, a Fundação mantém seu compromisso de oferecer o seu melhor, com a expectativa positiva de superação das adversidades e de um futuro mais sustentável, equitativo, inclusivo e próspero para os brasileiros”, diz a diretora.

Para os próximos anos, a expectativa da Fundação é continuar inspirando as pessoas sobre o valor da água e energia para a vida.”Esse é o nosso propósito. Essa essência mostra o valor da Fundação para a sociedade: preservar o passado, mas também inspirar o futuro, visando sociedades mais sustentáveis”, afirma Rita Martins.

NÚMEROS DA FUNDAÇÃO ENERGIA E SANEAMENTO

Acervo

1.600 metros lineares de documentos textuais

260 mil fotografias

10 mil plantas e desenhos

2.300 documentos audiovisuais

6 edifícios históricos, sendo 4 centrais geradoras hidrelétricas (CGHs)

3,5 mil objetos museológicos representativos do setor energético

A maior e mais importante biblioteca especializada em energia do Brasil, com 50 mil títulos

Mais de 7 mil pesquisas atendidas

32 mil visitantes anuais aos museus

PROGRAMAÇÃO DE ANIVERSÁRIO

Exposição on-line “Colcha de Retalhos da Fundação”

Local: Plataforma do Google Arts & Culture

Proposta: Valorizar a memória dos sujeitos que construíram a Fundação em seu dia a dia. O projeto virtual terá slides e imagens, com texto abordando marcos da história da Fundação a partir do depoimento de colaboradores.

Visitas guiadas gratuitas nos Museus da Energia

Oficina “Documentos de Família”

Data: 8 de abril de 2023 (Jundiaí), 10 horas

Locais: Jundiaí

Endereço: Rua Barão de Jundiaí, 202 – Centro

Proposta: Sucesso de público em 2018, a oficina será reeditada. Gratuita, a atividade oferecerá orientações da área de arquivística e conservação para o público que deseja saber como preservar, da forma mais adequada, fotos e documentos antigos de família.

A atividade terá duração de 50 minutos e é voltada ao público maior de 15 anos.

Exposição inédita “Energia e Transformação”

Data: Outubro de 2023

Local: Museu da Energia de São Paulo

Proposta: Com ênfase no acervo histórico da Fundação Energia e Saneamento, a nova exposição de longa duração do Museu da Energia de São Paulo irá remodelar as salas do espaço apresentando as temáticas: história da energia (fontes, processos, alternativas e tendências futuras), história da industrialização e da urbanização da cidade de São Paulo, reflexão sobre o uso dos recursos naturais e as relações entre sociedade, energia e meio ambiente. A exposição elaborada com apoio do ProAC ganhará o selo 25 anos.

Compartilhar:
1
Crédito:Divulgação O vasto acervo e o relacionamento com o público estão entre as principais conquistas da Fundação de Energia e Saneamento
1
Crédito:Divulgação

  • Data: 07/03/2023 10:03
  • Alterado: 31/08/2023 07:08
  • Autor: Redação
  • Fonte: Fundação Energia e Saneamento









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados