Ribeirão Pires Cidade

Fábrica de Sal de Ribeirão Pires recebe Jornada do Patrimônio neste sábado (2)

Iniciativa envolve visitações a espaços históricos, debates e atividades culturais gratuitas

  • Data: 29/11/2023 13:11
  • Alterado: 29/11/2023 13:11
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMETRP
fabrica-de-sal

Fábrica de Sal será palco para Jornada do Patrimônio

Crédito:Divulgação

A Fábrica de Sal de Ribeirão Pires recebe neste sábado (2), a partir das 8h, a Jornada do Patrimônio, iniciativa do governo de São Paulo. Sob o tema “Se essa rua fosse minha”, o evento promoverá série de atividades gratuitas abertas ao público, entre as quais visitação a espaços históricos da cidade, rodas de conversa e apresentações culturais. A ação conta com o apoio da Prefeitura. 

Entre os temas em destaque na programação da Jornada do Patrimônio em Ribeirão Pires estão a história da tricentenária Capela do Pilar – patrimônio tombado pelo Condephaat –, e a memória guardada entre as paredes da Fábrica de Sal. A comunidade católica da cidade contará a história da Festa do Pilar e a tradição da confecção do tapete de Corpus Christi. 

Espaços e práticas culturais coletivas, voltadas ao candomblé, também serão assunto em debate. O Bloco Maracatosco e o Grupo Gingaê estão entre as atrações culturais. 

A Jornada do Patrimônio busca sensibilizar a população sobre a preservação e reconhecimento do patrimônio histórico e cultural de cada cidade, conforme ressalta Guto Volpi, prefeito de Ribeirão Pires. “A Jornada do Patrimônio revive esse sentimento de orgulho da história que a cidade carrega. Em Ribeirão Pires, temos lindas histórias e esse evento vai possibilitar o resgate desses importantes momentos”, disse.

“Memória e pertencimento são os pilares de qualquer sociedade e a Jornada Estadual do Patrimônio vem justamente para reforçar isso. As pessoas precisam conhecer e saber qual é a história que existe naquele prédio tombado, e, principalmente, ocupar esses espaços públicos sabendo que é delas também”, diz Marília Marton, secretária da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo.

A Fábrica de Sal está situada na Avenida Humberto de Campos, 70 – Centro Alto. O espaço é considerado Museu de Ruínas (Decreto Municipal nº 6.845/2018). Não é permitida visitação aos espaços internos da Fábrica de Sal. 

Confira a programação:

8h – Abertura Oficial
9h – Ação formativa e educacional com Antônio Sarasa – Formação – Antônio Sarasá, mestre em edificação 
10h – Debate: Espaços e práticas culturais coletivas: o terreiro de candomblé Ilê Azé Iya Oloxum com Leonardo Bàbáfunã 
11h – Debate: Tradições da Fé Popular: a Festa de Nossa Senhora do Pilar e o Tapete de Corpus Christi – Roda de Conversa – Dona Ilda Aparecida de Souza – Coordenadora da Comunidade Nossa Senhora do Pilar
13h – Apresentação cultural: Bloco Maracotosco – Apresentação ARCA 
14h – Grupo Gingaê – Grupo de Capoeira – Mestre Bruninho   
15h – Debate: O suporte da memória e sua função social: os bens culturais edificados e sua paisagem histórica de Ribeirão Pires – Roda de Conversa com Ricardo Di Giorgio e Marcílio Duarte
16h – Debate: O patrimônio natural de Ribeirão Pires, protegendo a fauna e os recursos hídricos da cidade 
17h – Apresentação cultural: Bloco Maracatosco – Apresentação ARCA

Compartilhar:

  • Data: 29/11/2023 01:11
  • Alterado: 29/11/2023 01:11
  • Redação
  • PMETRP









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados