ABC Acontece

Ameaça de bomba cancela voo no aeroporto de Viracopos, em Campinas

O homem foi preso em flagrante pela Polícia Federal. Uma varredura foi realizada e ficou comprovado que a ameaça era falsa, segundo a PF

  • Data: 21/08/2023 13:08
  • Alterado: 21/08/2023 13:08
  • Autor: Redação
  • Fonte: FRANCISCO LIMA NETO - FOLHAPRESS
Ameaça de bomba cancela voo no aeroporto de Viracopos

Imagem ilustrativa

Crédito:Marcelo Camargo - Agência Brasil

Um voo da empresa Azul que sairia de Campinas, interior de São Paulo, com destino a Cascavel no Paraná foi cancelado no fim da tarde de domingo (20) por uma ameaça de bomba feita por um dos passageiros.

O homem foi preso em flagrante pela Polícia Federal. Uma varredura foi realizada e ficou comprovado que a ameaça era falsa, segundo a PF.

O avião estava programado para sair de Campinas às 17h30 e chegar em Cascavel 1h30 depois.

O passageiro estava dentro do avião com um pacote e, ao ser questionado por um comissário de bordo, segundo a PF, teria dito que se tratava de uma bomba.
A PF foi acionada e, em contato com o comandante, realizou os protocolos para avaliar o nível de ameaça.

Foi pedido ao comandante para identificar o passageiro e informar se ele estava acompanhado e o que mais ele levava além do pacote.

O comandante preencheu um termo de desembarque compulsório, e o passageiro foi retirado do voo. A PF pediu a presença de um detector de traços explosivos móvel para verificar as bagagens de mão antes de manuseá-las.

Todas as bagagens de mão do passageiro foram identificadas e retiradas da aeronave para inspeção.

Depois que o resultado deu negativo para explosivos nas bagagens de mão, as bagagens do passageiro foram retiradas do porão. Foi feito um processo chamado de reconciliação, para comprovar que toda bagagem pertencia a um passageiro a bordo.

O homem foi encaminhado às dependências da PF no aeroporto e, depois, à Delegacia de Campinas, por volta das 21h, onde foi autuado em flagrante pelo crime de atentado à segurança do transporte aéreo ?a pena varia entre 2 e 5 anos de prisão.

A assessoria da Azul confirmou que precisou cancelar o voo AD4727 por conta de um “cliente indisciplinado”. A companhia lamentou os transtornos aos passageiros afetados e ressaltou que procedimentos como esses são necessários para garantir a segurança de suas operações.

O aeroporto de Viracopos afirmou que suas operações não foram afetadas pelo incidente.

Compartilhar:

  • Data: 21/08/2023 01:08
  • Alterado: 21/08/2023 01:08
  • Redação
  • FRANCISCO LIMA NETO - FOLHAPRESS









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados