Santo André Utilidade Pública

Procon Santo André alerta sobre golpe contra idosos

Criminosos estão se adaptando para conseguir informações pessoais dos consumidores e contratar empréstimos consignados sem o consentimento do consumidor

  • Data: 22/08/2022 15:08
  • Alterado: 16/08/2023 00:08
  • Autor: Caroline Terzi
  • Fonte: PMSA
Procon Santo André alerta sobre golpe contra idosos

Procon Santo André

Crédito:Alex Cavanha/PSA

Algumas facilidades eletrônicas, como recurso de atualização de dados bancários ou atualização cadastral junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), estão no foco de golpistas. As vítimas, em sua maioria pessoas idosas, são procuradas e induzidas ao erro. Assim, o que era para descomplicar a autenticação da identidade dos clientes, acaba virando uma forma de lesar e enganar. 

O Procon Santo André listou série de dicas para que os idosos não sejam enganados e caiam em golpes deste tipo. 

Para se proteger, os consumidores devem ficar atentos em não fornecer seus dados, incluindo selfies (reconhecimento facial), a nenhum fornecedor sem antes consultar as instituições. É importante verificar se há comportamentos fraudulentos e se os impressos ou e-mails endereçados contém erros gramaticais e de ortografia, por exemplo. 

A recomendação é ter cautela durante qualquer abordagem. Em caso de ser pressionado para encaminhar a selfie com documento, alegando que o link irá expirar em 24 horas, o consumidor deve-se questionar o motivo de ter de encaminhar novamente endereço e telefone se já constam em seu cadastro. Caso isso ocorra, a agência bancária ou o INSS devem ser acionados imediatamente. 

“O argumento para obter a selfie do consumidor segurando um documento é de que os idosos teriam valores a receber, como ressarcimento de juros abusivos pagos em dívidas passadas, atualização dos seus dados no banco ou atualização cadastral junto ao INSS. No entanto, o que acontece de fato é a contratação de novos empréstimos consignados, sem o consentimento do consumidor”, ressalta a diretora do Procon Santo André, Doroti Gomes Cavalini. 

Nestas circunstâncias, o dinheiro é liberado sem a necessidade de qualquer assinatura e os golpistas recebem comissão pela contratação de empréstimos ou solicitam um pagamento das próprias vítimas, como contrapartida pela suposta ajuda. 

“Há casos em que o dinheiro é depositado na conta do consumidor e, na sequência, ocorrem transferências via Pix com valores para outras contas e instituições financeiras, e a vítima só toma conhecimento quando passa a ser descontado em seu benefício”, complementa Doroti. 

Caso o consumidor venha a sofrer o golpe, a orientação é tomar as seguintes providências: bloquear o benefício junto ao INSS; elaborar boletim de ocorrência; buscar a instituição financeira em que é correntista, para alterar a senha e confirmar os dados cadastrais; fazer bloqueio do CPF junto aos órgãos de proteção ao crédito, para receber um alerta quando ocorrer movimentação financeira; e registrar uma reclamação na ouvidoria do Banco Central. 

Outra dica muito importante, nos casos em que o consumidor for realizar para a instituição financeira a devolução dos valores referentes ao empréstimo não solicitado, é ficar atento se o beneficiário do boleto se trata do credor dos valores. 

O Procon Santo André reforça que o INSS não faz contato por telefone ou WhatsApp para procedimento de prova de vida, nem solicita fornecimento de documentos fora de seus canais oficiais. Por isso, o órgão de defesa do consumidor recomenda não responder ligação ou mensagem suspeita e apenas procurar o INSS por meio do site meu.inss.gov.br ou da central telefônica 135. 

A prova de vida on-line do INSS é feita apenas pelo app Gov.br e não pode ser realizada pelo WhatsApp. Qualquer suposto contato do INSS que peça o envio de fotos de documentos ou do próprio segurado pelo aplicativo de mensagens é golpe. 

O INSS recomenda que, em caso de recebimento desse tipo de ligação, o segurado desligue o telefone e não forneça nenhuma informação. 

Procon Santo André – Em 2022, o Procon de Santo André já registrou 217 atendimentos referentes a fraude contra consumidores, em sua maioria idosos. Dentre eles estão crédito consignado sem solicitação, boleto fraudado e movimentações de Pix. 

Em caso de dúvidas, orientações, denúncias e reclamações, o Procon Santo André realiza atendimentos on-line, que devem ser encaminhados para o e-mail santoandreprocon@gmail.com.  

Os atendimentos presenciais são realizados de segunda a sexta, das 8h às 16h, mediante agendamento.

Os munícipes podem entrar em contato ainda pelo número 3356-9200 para demais informações.

Compartilhar:
1
Crédito:Alex Cavanha/PSA
1
Crédito:Alex Cavanha/PSA Procon Santo André










Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados