Nova turma de Mães Acolhedoras inicia as atividades em São Caetano

As novas 268 participantes iniciarão as atividades em seus locais de trabalho na quinta-feira (1/2).

  • Data: 31/01/2024 15:01
  • Alterado: 31/01/2024 15:01
  • Autor: Mark Ribeiro
  • Fonte: PMSCS
maes-acolhedoras

Mães Acolhedoras

Crédito: Letícia Teixeira / PMSCS

Você está em:

Em encontro realizado na manhã desta quarta-feira (31/1), no Espaço Municipal das Telhas, a nova turma de Mães Acolhedoras recebeu as últimas orientações sobre os serviços que realizarão nas escolas da rede de ensino de São Caetano do Sul.

O Programa Mães Acolhedoras, parceria das secretarias municipais de Educação e de Assistência e Inclusão Social, visa dar apoio ao ProNutri (incluindo a implantação de hortas escolares) e, ao mesmo tempo, assistir mulheres em situações de vulnerabilidade no município, especialmente aquelas sem emprego e renda, integrantes de famílias economicamente desamparadas e com filhos matriculados na rede municipal de ensino, promovendo reinserção profissional.

“Dessa forma aumentamos o vínculo entre as mães e a comunidade escolar. Ninguém conhece mais as barreiras e o que pode ser positivo para os nossos filhos e filhas do que as mães”, ressaltou o prefeito José Auricchio Júnior, ao dar as boas-vindas às novas participantes. “Vocês terão papel significativo na educação de 22 mil alunos da nossa rede. Continuem se aprimorando porque certamente vocês concluirão este ciclo melhores do que quando entraram.”

Somando à turma iniciada em 2023, já são 620 integrantes do programa. A ampliação se dá em virtude da universalização do ensino integral, implantada na rede municipal neste ano. As aulas começarão na segunda-feira (5/2) para os ensinos Fundamental e Médio, e na terça-feira (6/2), para a Educação Infantil.

“As mães são muito importantes para o nosso projeto educacional e, com este programa, passam a enxergar a escola de outro patamar. Estar dentro da escola é vivenciar a nossa política educacional em todos os aspectos, o que é fundamental”, afirmou a secretária municipal de Educação, Minéa Fratelli.

“O programa tem dado excelentes resultados e muita alegria porque as mães os abraçaram com muito carinho. Segue os propósitos de complementar a renda das famílias que mais precisam, de contribuir no desenvolvimento dos alunos e de melhorar a vida das pessoas”, destacou o secretário municipal de Assistência e Inclusão Social, Thiago Mata.

As contempladas receberão auxílio mensal correspondente a um salário mínimo nacional vigente e seguro de vida coletivo. “Me inscrevi porque o programa é voltado exclusivamente às mães, para ajudar os filhos e trabalhar com as crianças. Estar na escola será maravilhoso”, externou Rony Clécia Lacerda dos Santos, que possui três filhos matriculados na rede municipal e prestará serviços na EMEI Helena Musumeci, no Bairro Nova Gerty.

Compartilhar:

  • Data: 31/01/2024 03:01
  • Alterado: 31/01/2024 03:01
  • Autor: Mark Ribeiro
  • Fonte: PMSCS









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados