Mauá Saúde

Mauá realiza nebulização no Jardim Kennedy

O objetivo é eliminar mosquitos adultos, que possam transmitir a dengue. Região tem mais casos suspeitos e confirmados da doença na cidade

  • Data: 23/02/2024 15:02
  • Alterado: 23/02/2024 15:02
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMM
nebulização-jardim-kennedy

Crédito:Jessé Lino/PMM

Profissionais da secretaria de Saúde de Mauá iniciaram nesta sexta-feira (23/02), o trabalho de nebulização no Jardim Kennedy. O objetivo da ação é eliminar Aedes aegypti adultos, na região em que mais moradores, com sintomas da dengue, procuraram o sistema público e privado de saúde. A nebulização terá continuidade neste sábado, para a maior eficiência do trabalho, é muito importante que os moradores ajudem, abrindo suas casas e permitindo a atuação dos agentes. Apenas hoje, mais de 170 imóveis, entre residências, terrenos e construções foram visitados. Desse total, 66 locais receberam o produto recomendado pelo Ministério da Saúde, também houve 23 recusas.

A decisão para realizar a nebulização seguiu critérios técnicos após o trabalho de campo realizado pelos agentes do município. O mutirão em andamento, integra o Plano Municipal de Contingência para o Enfrentamento das Arboviroses instituído no início de fevereiro, por meio de decreto publicado no Diário Oficial do Município em 08 de fevereiro de 2024. Além da secretaria de Saúde, por meio da Gerência de Zoonoses e Coordenadoria de Vigilância, outros setores da Prefeitura também atuam nessa iniciativa, como as secretarias de Proteção e Defesa Civil, Segurança Pública, Serviços Urbanos, Meio Ambiente, Ouvidoria Municipal e representantes da sociedade civil.

Os agentes fazem ações de bloqueio da transmissão, num raio de 200 metros de onde foram registrados casos suspeitos de dengue pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde. Moradores são orientados a tampar as caixas d’água, verificar as calhas, virar as garrafas com a boca para baixo, entre outras ações.

A proliferação do Aedes aegypti sofre interferência das condições climáticas. O calor e a umidade do período de chuvas intensas favorecem a reprodução do mosquito. Segundo dados atualizados nesta quinta (22/02), Mauá tem 180 casos de dengue confirmados, cerca de 50% desse total são autóctones, ou seja, houve a transmissão dentro do município. Até o momento, não houve óbitos.

Para denúncias sobre criadouros do mosquito, o munícipe pode ligar para a Ouvidoria do SUS no telefone 0800 760 9000 ou 4512-7499 / 4512-7838, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. O tempo médio de resposta é de 15 dias. Caso haja uma residência sem moradores, onde possa existir água parada, a ligação também pode ser feita para o telefone 4512-7661.

Compartilhar:

  • Data: 23/02/2024 03:02
  • Alterado: 23/02/2024 03:02
  • Redação
  • PMM









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados