Mauá começa a vacinar contra a dengue nesta quinta-feira

No momento, o público-alvo da campanha é o público com idade entre 10 e 14 anos

  • Data: 12/06/2024 17:06
  • Alterado: 12/06/2024 17:06
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMM
vacina-dengue

Crédito:Divulgação/Governo de SP

Você está em:

A partir desta quinta-feira (13/06), Mauá inicia a vacinação contra a dengue. Neste primeiro momento, a imunização vai ter como público-alvo o público entre 10 e 14 anos. A aplicação será feita, de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h em todas as 23 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade. O esquema vacinal é composto por duas doses. A vacina protege contra os quatro tipos de vírus: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4.

Para tomar o imunizante é necessário apresentar documento com foto, número do CPF e, se possível, a carteirinha de vacinação. O adolescente precisa estar acompanhado de um adulto responsável. Se já tiver contraído a dengue, terá que esperar 6 meses para receber o imunizante.

Em 2024, Mauá tem 9433 casos confirmados da doença e seis óbitos. De forma permanente, a Prefeitura, por meio dos Agentes de Combate de Endemias e Agentes Comunitários de Saúde, percorrem o município orientando moradores sobre a necessidade de acabar com os potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chikungunya. Em 2024, já foram realizadas 161 mil visitas, que dependem muito da disponibilidade e da aceitação de cada morador, em abrir as portas de suas casas para os profissionais de saúde. Nas regiões onde foram identificados o maior número de casos foram realizadas mais de 74 mil ações de bloqueios e 9 mil nebulizações.

Os agentes fazem ações de bloqueio da transmissão, num raio de 200 metros de onde foram registrados casos suspeitos de dengue pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde. Moradores são orientados a tampar as caixas d’água, verificar as calhas, virar as garrafas com a boca para baixo, entre outras ações.

Para denúncias sobre criadouros do mosquito, o munícipe pode ligar para a Ouvidoria do SUS no telefone 0800 760 9000 ou 4512-7499 / 4512-7838, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. O tempo médio de resposta é de 15 dias. Caso haja uma residência sem moradores, onde possa existir água parada, a ligação também pode ser feita para o telefone 4512-7661.

Compartilhar:

  • Data: 12/06/2024 05:06
  • Alterado: 12/06/2024 05:06
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMM









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados