Grupo CCR inicia hoje obra de R$ 1 bilhão para substituir 100% do asfalto do Sistema Anhanguera-Bandeirantes

As ações de intervenção do pavimento começam nesta quinta-feira; iniciativa integra o investimento de R$ 4,5 bilhões planejado para 2024 em rodovias

  • Data: 02/05/2024 15:05
  • Alterado: 02/05/2024 15:05
  • Autor: Redação
  • Fonte: Grupo CCR
Anhanguera-Bandeirantes

Obras vão gerar 520 vagas de empregos diretos e indiretos; pistas com novo asfalto-borracha aumentarão a aderência dos pneus, tornando as viagens mais seguras e confortáveis

Crédito:Divulgação/CCR

Você está em:

O Grupo CCR, maior empresa de infraestrutura de mobilidade do Brasil, inicia hoje as obras de recapeamento de 100% do asfalto do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, que liga a capital paulista ao interior, um dos mais importantes conjuntos rodoviários do Brasil. As obras de recapeamento somam R$ 1 bilhão e fazem parte do programa de investimento de R$ 4,5 bilhões planejado em 2024 pela CCR Rodovias em suas concessões em todo o País.

Para garantir o conforto dos clientes durante a realização das intervenções, os trabalhos serão realizados predominantemente no período noturno, das 22 às 5h, nas regiões de maior volume de tráfego, principalmente entre São Paulo e Campinas. A concessionária irá reforçar a sinalização durante o período das obras para oferecer mais segurança aos motoristas e aos colabores envolvidos no projeto.

Até o dia 10 de maio, as intervenções acontecem na pista norte, no sentido interior, da Rodovia dos Bandeirantes, nas regiões de São Paulo e no trecho entre Limeira e Cordeirópolis. Na pista sul, no sentido capital, as frentes estarão concentradas na região de Limeira. Já na Via Anhanguera, as equipes atuam, na pista sentido interior, nas regiões de Jundiaí, Campinas e no trecho entre Limeira e Cordeirópolis e no sentido capital na região de Limeira. Se houver condições climáticas adversas, a programação pode sofrer alterações.

A concessionária realizará diversos trechos de obras e irá informar seus clientes por meio do site www.autoban.com.br, do Disque CCR AutoBAn 0800 0555550 e o WhatsApp (11) 4589 3999. Painéis eletrônicos fixos e móveis e faixas instaladas ao longo da rodovia também irão informar os clientes.

Obras de recapeamento

As intervenções acontecem nos 316 quilômetros administrados pela concessionária, entre São Paulo e Cordeirópolis, e incluem, além da Via Anhanguera (SP-330) e da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), a Rodovia Adalberto Panzan (SPI-102/330), em Campinas, e o trecho de dois quilômetros da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), em Jundiaí. As obras estão previstas para durar 24 meses e irão gerar 520 vagas de emprego, entre diretos e indiretos. Ao longo deste período, até 13 equipes estarão atuando simultaneamente em diversos trechos das vias.

Diariamente, cerca de 850 mil viagens são realizadas no Sistema Anhanguera-Bandeirantes. As rodovias conectam as duas maiores regiões metropolitanas do Estado de São Paulo, as de São Paulo e Campinas. Além de facilitar o acesso a importantes regiões turísticas pelo interior, promovendo o comércio local e dinamizando a economia das cidades, o sistema também é uma infraestrutura viária fundamental para escoamento da produção agrícola e industrial paulista.

Além de aumentar o conforto e a segurança dos motoristas, as obras de recapeamento também contemplam aspectos de sustentabilidade. Para o novo pavimento, a CCR AutoBAn irá aplicar o asfalto-borracha, tecnologia que utiliza pó de pneu moído na sua composição. Isso diminui o nível de ruído nas rodovias e aumenta a aderência dos pneus, tornando a viagem mais confortável e segura.

O novo asfalto também tem maior durabilidade e resistência ao desgaste, o que aumenta a vida útil do piso e reduz a necessidade de intervenções para manutenção. Para executar as obras, serão utilizadas 41,9 mil toneladas de massa asfáltica por mês e 500 mil toneladas de pedrisco, reciclados 1,3 milhão de pneus para mistura no asfalto e instalados 500 mil tachas refletivas nas vias.

Investimentos em rodovias

A iniciativa se soma a outras obras do Grupo CCR em andamento na plataforma de Rodovias. Entre os principais destaques estão a ampliação da capacidade de tráfego da Via Dutra, a instalação de uma ponte e a implantação de vias marginais e faixas adicionais na Rodovia Presidente Castello Branco, a duplicação da Rodovia Raposo Tavares no trecho entre as cidades paulistas de Mairinque, Sorocaba e São Roque, e a duplicação do maior trecho da BR-386, na chamada Estrada da Produção, no Rio Grande do Sul. Somadas todas os investimentos em andamento, a Companhia está gerando 46 mil empregos diretos e indiretos.

Em 2023, o Grupo CCR investiu R$ 3,2 bilhões em suas concessões rodoviárias. Só em dezembro do ano passado, a Companhia investiu o valor recorde de R$ 502 milhões em obras de expansão e melhorias, o maior aporte em um único mês neste modal desde a fundação do Grupo, em 1999. Atualmente, a CCR opera 3.615 mil quilômetros de rodovias em cinco estados, por onde circulam cerca de 2,5 milhões de veículos, diariamente. A Companhia é líder em market share por receita neste modal.

Os R$ 4,5 bilhões previstos para 2024 fazem parte do pacote de investimento de R$ 28 bilhões destinado para as concessões rodoviárias nos próximos anos. Ao todo, o Grupo CCR está executando um programa de investimento de R$ 33 bilhões em suas três plataformas de atuação (Rodovias, Mobilidade Urbana e Aeroportos). Trata-se do maior programa de investimentos da história da Companhia.

Compartilhar:

  • Data: 02/05/2024 03:05
  • Alterado: 02/05/2024 03:05
  • Autor: Redação
  • Fonte: Grupo CCR









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados