São Paulo Tecnologia

Gemini: Google lança modelo de IA mais avançado

Saiba como funciona a nova inteligência artificial do Google que pode concorrer com o ChatGPT

  • Data: 02/01/2024 10:01
  • Alterado: 02/01/2024 13:01
  • Autor: Érica Oliveira/Plataformanet
  • Fonte: Plataformanet
google-lanca-ia-gemini

Divulgação/Google

Crédito:

O Google anunciou o lançamento da inteligência artificial Gemini para o público no início de dezembro (2023). A nova tecnologia é um modelo de IA multimodal capaz de compreender, operar e combinar informações em texto, imagem, código, áudio e vídeo. Ao apresentar o Gemini, a gigante da tecnologia destacou que a IA é o “modelo mais hábil até agora, com desempenho de última geração nos melhores benchmarks da indústria”.

O que é o Gemini do Google?

O Gemini é um modelo de inteligência artificial com treinamento nativo multimodal. Isso significa que a tecnologia foi desenvolvida desde o início com a capacidade de compreender e raciocinar todos os tipos de informações, sejam elas escritas ou visuais em textos, imagens, vídeos e códigos. Nas demonstrações divulgadas pela empresa, é possível ver que o Gemini consegue extrair insights com base em milhares de dados; responder perguntas complexas com a explicação do raciocínio em tópicos como matemática e física; e trabalhar com linguagens de programação, como Python, Java, C++ e Go.

Além desses exemplos, a bigtech ainda divulgou um vídeo de demonstração em que uma pessoa conversa e interage visualmente com o modelo de IA. Nele, o Gemini entende cada etapa dos desenhos feitos pelo usuário, traz novas informações sobre o assunto, indica a tradução e a pronúncia de palavras em diferentes idiomas, produz e conduz um jogo, analisa os objetos e vídeos inseridos na cena, entre outras interações. O desenvolvimento do Gemini é resultado do trabalho de diferentes equipes do Google, incluindo o Google DeepMind (divisão de inteligência artificial da companhia) e o Google Research.

A primeira versão da IA recebeu o nome de Gemini 1.0 e conta com otimização para três tamanhos diferentes: Ultra, Pro e Nano. O objetivo é fazer com que a tecnologia funcione com “eficiência em tudo, desde data centers até dispositivos móveis”, de acordo com o Google. O Gemini Ultra é o maior modelo e mais eficiente voltado para executar tarefas que exigem alta complexidade. O Gemini Pro é o modelo intermediário para a realização de uma grande variedade de tarefas simultâneas. O Gemini Nano é o modelo criado com foco em dispositivos móveis.

Sobre a performance, o Google revela que o Gemini Ultra supera os resultados de última geração em 30 dos 32 benchmarks acadêmicos usados na pesquisa e desenvolvimento de grandes modelos de linguagem (LLMs). A bigtech também afirma que o Gemini Ultra possui uma pontuação de 90,0% em testes MMLU (compreensão de linguagem massiva e multitarefa), sendo o primeiro modelo a superar especialistas humanos. No comparativo publicado pelo Google, o Gemini Ultra supera o GPT-4 (modelo de IA do ChatGPT da OpenAI) na maioria das habilidades testadas em raciocínio, matemática, programação, imagem, vídeo e áudio.

Quando e onde o Gemini estará disponível?

O Gemini Nano estará presente no Pixel 8 Pro, o primeiro smartphone projetado para essa tecnologia. O modelo de IA ainda poderá ser utilizado por desenvolvedores Android através do novo AI Core. O Gemini Pro foi inserido no Bard para proporcionar “raciocínio, planejamento e compreensão mais avançada”, segundo o Google. A versão já está disponível em mais de 170 países e territórios, porém apenas em inglês. O Gemini Pro também será liberado para desenvolvedores e clientes corporativos por meio da API Gemini no Google AI Studio ou do Vertex AI do Google Cloud. 

O Gemini Ultra continua passando por verificações para o refinamento do modelo. Então, com esse objetivo, o Google assegura que disponibilizará a versão mais avançada do modelo de inteligência artificial para “clientes, desenvolvedores, parceiros e especialistas em segurança e responsabilidade selecionados para experimentação e feedback iniciais antes de disponibilizá-lo amplamente para desenvolvedores e clientes corporativos no início do próximo ano”. Além disso, em 2024, a empresa pretende lançar o Bard Advanced com o Gemini Ultra para oferecer uma nova experiência de IA.

O Google indica que o Gemini chegará em mais produtos e serviços da companhia nos próximos meses, como na Busca, no Google Ads, no Chrome e no Duet AI.

Plataformanet é uma agência de marketing digital que traz toda semana informações sobre o mundo da tecnologia, entre outras dicas de serviços e aplicativos. Continue acessando o nosso caderno de tecnologia e acompanhe as novidades. 

Compartilhar:

  • Data: 02/01/2024 10:01
  • Alterado: 02/01/2024 01:01
  • Érica Oliveira/Plataformanet
  • Plataformanet









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados