Diadema Saúde

Diadema leva o Dezembro Vermelho para as ruas

Ação fará testagem gratuita e distribuição de preservativos em frente ao Quarteirão da Saúde e na Praça Lauro Michels

  • Data: 06/12/2023 16:12
  • Alterado: 06/12/2023 16:12
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMD
HIV: estudo mostra resistência de mutação a remédio usado no Brasil

Crédito:Vinicius Marinho / Fiocruz

O Dezembro Vermelho, mês de luta contra o HIV/Aids, reforça ainda mais a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) no combate à doença. Foi o SUS que garantiu o acesso integral e gratuito aos medicamentos para tratar os pacientes, fez campanhas de enfrentamento, testagem rápida e gratuita e dezenas de outras ações, que contribuíram para reduzir a taxa de transmissão e mortalidade ao longo dos anos.

Para marcar a data, a Coordenadoria de Políticas de Cidadania e Diversidades e a Secretaria de Saúde de Diadema estarão nesta quinta-feira nas ruas da cidade fazendo testagem gratuita e divulgando as formas de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). A ação ocorrerá em frente ao Quarteirão da Saúde, das 9h às 12h, e na Praça Lauro Michels, das 14h às 17h.

“Um dos principais objetivos das campanhas realizadas durante o Dezembro Vermelho é justamente o combate ao preconceito, a pior doença existente no ser humano,” explica Robson de Carvalho, coordenador de Políticas de Cidadania e Diversidades. “Pois quem vive com o HIV sabe a dor que sente. Além disso, o medo de ficar estigmatizado e sofrer preconceito faz com que as pessoas não façam o teste por receio de um resultado positivo ser mal visto pela família, pelos amigos e pelos colegas de trabalho.”

Segundo Robson, muitas pessoas da população LGBT+ ainda são resistentes em falar sobre HIV/AIDS, por temer fomentar o estigma de que o HIV/Aids afeta apenas essa população. “Porém, penso que, de forma direta ou indireta, o silêncio e a escolha em não falar são motores que colaboram para o avanço dessa epidemia que já dura muito tempo. Por isso estamos aqui, a Coordenadoria de Diversidade e o Centro de Referência e Tratamento de IST/AIDS, realizando essa ação de grande importância para fazermos a conscientização e também informar e disponibilizar insumos para que juntos possamos esclarecer e acabar com o preconceito e garantir acesso ao tratamento e aos cuidados que são fatores fundamentais para o enfrentamento ao vírus.”

Compartilhar:

  • Data: 06/12/2023 04:12
  • Alterado: 06/12/2023 04:12
  • Redação
  • PMD









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados