Santo André Gastronomia

Craisa dá dicas para aproveitar todas as partes dos alimentos

Proposta é usar a criatividade e gerar receitas que, além de trazer vantagens nutricionais, ajudam a diminuir o lixo orgânico e a economizar nos gastos com alimentação

  • Data: 12/08/2022 16:08
  • Alterado: 16/08/2023 22:08
  • Autor: Caroline Terzi
  • Fonte: PMSA
Craisa dá dicas para aproveitar todas as partes dos alimentos

Casca Louca

Crédito:Alex Cavanha/PSA

São as cascas de banana que viram bolo, as folhas da cenoura que são transformadas em sopa e até as sementes da abóbora que, com pouco esforço, são servidas como saborosos aperitivos.

Tendência cada vez mais presente em cozinhas ao redor do mundo, o aproveitamento integral dos alimentos tem ganhado espaço. Diante deste cenário a Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André), por meio da equipe técnica da Supervisão de Alimentação Escolar, traz algumas dicas aos munícipes.

“O aproveitamento integral dos alimentos é quando utilizamos o alimento na sua totalidade como cascas, sementes, folhas, ramas, entrecascas e talos. Essas partes são ricas em nutrientes, como vitaminas e minerais. Diariamente descartamos muitas partes dos alimentos que poderíamos consumir, mas isso acontece devido à falta de informação da população sobre como aproveitar integralmente os alimentos”, conta Jacqueline Martins Laranjeira Pinto, que é supervisora de Alimentação Escolar das Emeiefs (Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental) de Santo André.

Jacqueline destaca que a equipe técnica da Supervisão de Alimentação Escolar da Craisa produz mensalmente o Sae Informa, que é afixado nos murais das Emeiefs com dicas diversas de alimentação saudável à comunidade. Entre os conteúdos divulgados, constam informações sobre o aproveitamento de cada parte dos alimentos.

No caso dos talos de brócolis, couve-flor, salsa, espinafre, agrião e beterraba, a dica é aproveitá-los em sopas, caldos, pães caseiros, tortas e refogados. Cascas de batata e batata doce podem ser servidas como petiscos assados. Também é possível cozinhar e assar os tubérculos e raízes com suas respectivas cascas, desde que bem higienizadas.

As cascas de frutas, como as da banana, podem se transformar em farofa, antepastos e refogado com temperos naturais. Com a casca do abacaxi é possível produzir geleias, sucos e chá.

As folhas podem ser aproveitadas em sucos, saladas, refogados, sopas, caldos e cremes. Já as sementes, como da abóbora e do melão, também podem ser servidas como petiscos assados. Com as ramas da cenoura é possível fazer patês ou acrescentar em caldos, sopas e tortas. E as entrecascas da melancia e do melão transformadas em doces.

“Quando aproveitamos tudo o que o alimento pode nos oferecer, também podemos inovar na cozinha, desenvolvendo novas receitas e contribuindo para aproximar o indivíduo de uma alimentação mais natural, com comida de verdade”, conclui Jacqueline.

Confira a seguir uma receita que exemplifica o aproveitamento dos alimentos:

Casca Louca

INGREDIENTES

Casca de 8 bananas

1 cebola

2 dentes de alho

1 tomate médio picado

1 colher (sopa) de suco de limão

1 colher (sopa) de azeite/óleo

1/4 de pimentão vermelho

1/4 de pimentão verde

2 colheres (sopa) de cheiro verde

1/4 colher (chá) pimenta do reino

sal a gosto

MODO DE PREPARO

Descasque as bananas e retire a parte branca da casca

Em um recipiente, adicione o limão e água suficiente para cobrir as cascas das bananas

Deixe de molho por 15 minutos

Após esse período, escorra as cascas e pique conforme preferir

Em uma frigideira, refogue a cebola picada alho e tomate no azeite e mexa até dourar

Em seguida, adicione as cascas e refogue até que estejam macias

Coloque o restante dos temperos para finalizar

Sirva com pão ou torrada

Compartilhar:
1
Crédito:Alex Cavanha/PSA
1
Crédito:Alex Cavanha/PSA
1
Crédito:Alex Cavanha/PSA Casca Louca

  • Data: 12/08/2022 04:08
  • Alterado: 16/08/2023 10:08
  • Caroline Terzi
  • PMSA









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados