Coronavírus: Comunidades de Santo André se unem para trocar informações

MDDF, movimento social que atua há mais de 30 anos no município, criou Comitê das Comunidades virtual para não desamparar moradores

  • Data: 17/04/2020 09:04
  • Alterado: 17/04/2020 09:04
  • Autor: Redação
  • Fonte: MDDF
Coronavírus: Comunidades de Santo André se unem para trocar informações

Favela Tamarutaca

Crédito:Divulgação/ MDDF

Você está em:

Em um momento de crise, a união, solidariedade, empatia e o acesso à informação são um dos remédios mais importantes para amenizar as dificuldades e fazer com que renasça a esperança. Pensando nisso, o MDDF (Movimento de Defesa dos Direitos dos Moradores em Núcleos Habitacionais de Santo André) decidiu criar um comitê virtual para não desamparar aqueles que sofrem grande impacto com as consequências da pandemia do novo coronavírus: moradores de favelas.

Em meados de março, quando o vírus já estava tomando forças em território brasileiro, foi criado o Comitê das Comunidades, com o objetivo de reunir moradores, lideranças comunitárias e representantes de associações de bairros periféricos de Santo André.

“Com a acentuação da crise, nós percebemos que as comunidades passaram a nos procurar como fonte de informação e que havia uma lacuna entre as ações do poder público e as periferias. Por isso, criamos o comitê para trocar conhecimento, esclarecer dúvidas, contribuir com ações e levar propostas para as comunidades enfrentarem esta pandemia”, explica Edinilson Fereira dos Santos, um dos responsáveis pela idealização do comitê. O grupo conta com a participação de 70 pessoas, que representam mais de 50 comunidades do município e se encarregam de disseminar informações nos locais onde moram.

O comitê virtual também é fundamental para que os participantes compartilhem os problemas enfrentados nas favelas. Com isso, o grupo mapeia as problemáticas e relata aos órgãos competentes. Os integrantes também identificam demandas prioritárias, como a entrega de alimentos a famílias mais necessitadas.

Outro importante papel do comitê está em reforçar orientações de higiene e de distanciamento e isolamento social, facilitar a comunicação das comunidades entre órgãos governamentais e instituições, criar rede de apoio com sindicatos, associações de bairro, rádios comunitárias e outras entidades do terceiro setor, além de encaminhar dúvidas da população aos órgãos competentes e até sugerir e cobrar ações do poder público e de prestadoras de serviços.

Acesso à informação

Para ajudar na missão de fazer com que as informações de utilidade pública alcancem o maior número de moradores da periferia, o MDDF e o Comitê das Comunidades também divulgam conteúdos nas redes sociais.

Há criação de informativos – inclusive em forma de arte, para facilitar o compartilhamento do material –, vídeos no YouTube e realização de lives com profissionais de áreas específicas para tirar dúvidas. Todo o conteúdo é feito com informações de fontes oficiais, adaptado para uma linguagem simples e objetiva.

Compartilhar:










Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados