Diadema Sociedade

Coordenadoria de Igualdade Racial celebra a luta de Abdias do Nascimento

Herói da Pátria, primeiro senador autodeclarado negro e um dos percursores da luta pela igualdade racial em nosso país

  • Data: 14/03/2024 13:03
  • Alterado: 14/03/2024 13:03
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMD
igualdade-racial

Crédito:PDT

No dia 14 de março, a Coordenadoria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial de Diadema (CREPPIR) celebra a memória de um ilustre brasileiro. Abdias do Nascimento, que faria 110 anos hoje, foi ator, poeta, escritor, dramaturgo, artista plástico, professor universitário, político, ativista dos direitos civis e humanos e é figura importante na luta antirracista.

A coordenadora da CREPPIR, Marcia Damaceno, reafirma que se atualmente existe uma Política de Promoção da Igualdade Racial, que faz o enfrentamento ao racismo e à desigualdade racial, essa construção deve-se à insistência e à luta de pessoas como Abdias. Se quisermos conhecer a história de luta e organização dos movimentos negros no Brasil, temos que passar pela sua atuação.

Na década de 30, ele fundou a Frente Negra Brasileira, a maior e mais importante organização afro-brasileira. Em 1944, criou, juntamente com o poeta Francisco Solando Trindade, o Teatro Experimental do Negro, que viu despontar nomes como Ruth de Souza e Léa Garcia. O TEN buscava o resgate do legado africano no Brasil, montando peças de conscientização e organizando eventos históricos como a Convenção Nacional do Negro, em 1945, e o I Congresso Afro-Brasileiro, em 1950.

Em 1968, foi obrigado a deixar o país devido à perseguição movida pela ditadura e exilou-se nos Estados Unidos e na África – o que acabou amadurecendo seu ponto de vista em relação à luta negra no plano internacional, bem como contra o regime do apartheid na África do Sul e pela independência dos países africanos. Neste período, nos EUA, conheceu a organização dos Panteras Negras, escreveu o livro “O Genocídio do Negro Brasileiro”, começou a ministrar aulas em universidades estrangeiras e a denunciar o racismo brasileiro em foros internacionais.

Quando esteve no Congresso Brasileiro, nos anos 80 e 90, como deputado federal e senador, apresentou projetos para que o Estado Brasileiro desenvolvesse políticas de reparação para compensar a discriminação historicamente sofrida pelos descendentes de africanos neste país, conhecidas hoje como políticas de ações afirmativas, como as cotas raciais.

Em 2003, esteve presente na criação da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), tendo Matilde Ribeiro como a primeira ministra.

Abdias do Nascimento morreu em 2011, aos 97 anos, devido a uma insuficiência cardíaca.

E neste ano, em 08 de janeiro, o presidente Lula sancionou a lei nº 14.800/2024, que inscreveu seu nome no livro dos Heróis e Heroínas da Pátria.

Abdias do Nascimento, primeiro senador autodeclarado negro e um dos percursores da luta pela igualdade racial em nosso país, Herói da Pátria, PRESENTE.

Coordenadoria de Igualdade Racial celebra a luta de Abdias do Nascimento
CREPPIR
Compartilhar:

  • Data: 14/03/2024 01:03
  • Alterado: 14/03/2024 01:03
  • Autor: Redação
  • Fonte: PMD









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados