Diadema Saúde

Saúde de Diadema reforça importância da vacina bivalente contra a Covid-19

Imunização é garantia de proteção contra casos mais graves da doença; subvariante detectada em São Paulo alerta para possível aumento dos casos

  • Data: 15/09/2023 14:09
  • Alterado: 15/09/2023 14:09
  • Autor: Tatiana Ferreira
  • Fonte: PMD
vacinacao-covid

Imunização é garantia de proteção contra casos mais graves da doença

Crédito:Dino Santos

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Diadema reforça o alerta sobre a importância de a população manter a vacinação em dia, principalmente dos munícipes que ainda precisam tomar a dose única de reforço (vacina bivalente) contra a Covid-19. O alerta ocorre diante da identificação em agosto da circulação da Éris (EG.5), uma subvariante da Ômicron, na cidade de São Paulo, depois de semanas sendo detectada em outros países, e da possibilidade de haver um efeito crescente no número de casos de Covid-19.

O epidemiologista Dácio Rabello, responsável pelo Núcleo de Informação em Saúde da Secretaria da Saúde de Diadema, alerta que muitas pessoas estão com uma percepção equivocada de que não precisam mais se preocupar com a pandemia, e por isso não complementam os seus esquemas vacinais, ou não procuram a dose de reforço. “É um erro, pois a vacina de reforço bivalente foi feita justamente para atacar de forma mais eficaz, do que as vacinas do começo da pandemia, as subvariantes do espectro da variante ômicron, que tem sido responsáveis por quase 100% dos casos desde dezembro de 2021”, explica.

Segundo o profissional, “chega a ser um desperdício perder a oportunidade de liquidar com a pandemia vacinando de forma ampla com esquema básico todas as faixas de idade a partir de seis meses de vida, e a vacina bivalente para os que tem idade a partir de 18 anos. A permanência de pessoas sem proteção completa aumenta a chance de novos casos, e consequentemente, o surgimento de novas subvariantes como a Éris, que chegou recentemente ao Brasil”.

Cobertura vacinal da bivalente

Em Diadema, segundo dados do Vacivida até 06 de setembro, já foram vacinados 91.385 residentes acima de 18 anos com o imunizante bivalente. Considerando o público-alvo de 18 anos em diante (315.370 pessoas), o município possui cobertura vacinal total de 28,98%. Das 223.985 que ainda não receberam a vacina bivalente, 213.172 delas estão aptas, mas não vacinaram ainda. Outras 10.813 não estão aptas a receber o imunizante por não estarem com o esquema básico completo.

“O início da vacinação com a dose bivalente impactou no controle da última onda de casos ocorrida a partir da semana epidemiológica (SE) 4/23 – que compreende o período entre 23 a 29 de janeiro deste ano -, com aceleração da queda entre pessoas com idades mais avançadas. Os dados mostram que a abstenção é mais elevada nas faixas mais jovens, chegando a patamares próximos entre 70 e 80%, emboranas faixas de idade mais altas não seja muito baixa também, oscilando entre 40 e 50%”, preocupa-se Dácio.

As coberturas pelas faixas etárias chegam a 13,31% em pessoas de 18 e 19 anos; 15,65% em residentes de 20 a 29 anos; 19,65% de pessoas entre 30 a 39 anos; 27,19% em residentes de 40 a 49 anos; 37,41% na faixa etária entre 50 e 59 anos; 57,25% nos idosos de 60 a 69 anos; 61,01% em pessoas com 70 e 79 anos; e 52,45% de idosos com 80 anos ou mais.

Onde encontrar

A vacina bivalente contra a Covid-19 está disponível diariamente nas 20 Unidades Básicas de Saúde, de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 16h, sem necessidade de agendamento.

O imunizante está liberado para as pessoas acima de 18 anos, além de pessoas com deficiência, imunocomprometidas e com comorbidades acima de 12 anos, gestantes, puérperas e trabalhadores da saúde.

Além de estar dentro do público-alvo, é necessário ter completado o esquema vacinal primário, ter recebido ao menos duas doses da vacina monovalente ou da dose única; além de ter um período de 4 meses desde a última aplicação para receber a dose de reforço.

Quem for receber a dose precisa apresentar documento pessoal com foto (CNH ou RG), CPF e cartão de vacinação com as doses anteriores.

Compartilhar:

  • Data: 15/09/2023 02:09
  • Alterado: 15/09/2023 02:09
  • Tatiana Ferreira
  • PMD









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados