Quem é Beatriz Backes, repórter que foi furtada ao vivo durante o Bom dia São Paulo

Na reportagem, ela falava sobre a lentidão de uma das linhas de metrô e, como atuava somente com o suporte de um celular, teve seu aparelho levado por um homem que passava por ali, na Estação Luz.

  • Data: 20/10/2023 16:10
  • Alterado: 20/10/2023 16:10
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: FOLHAPRESS
beatriz-backes

Crédito:Reprodução

Você está em:

A repórter Beatriz Backes foi furtada, na manhã desta sexta-feira (20), durante uma entrada ao vivo do Bom Dia São Paulo. Na reportagem, ela falava sobre a lentidão de uma das linhas de metrô e, como atuava somente com o suporte de um celular, teve seu aparelho levado por um homem que passava por ali, na Estação Luz.

Formada em Jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Beatriz é produtora de reportagem e Mobile Journalist na Globo desde 2019, conforme informações de seu perfil no Linkedin. Além disso, ela possui especialização em Produção Editorial e Preparação de Textos pela Universidade do Livro, da Unesp.

Antes de chegar à Globo, ela teve passagens por outros veículos e empresas de comunicação, como a TV Bandeirantes. Nas horas vagas, conforme seu perfil no site GoodReaders, Beatriz se descreve como a leitora da família. “Era aquela que pedia livros nas férias e que se escondia no dia de Natal para ler o novo ‘Harry Potter’, enquanto todo mundo queria brincar”, afirma ela, no descritivo.

Beatriz também possui um livro publicado, “Outrora”, escrito com outras duas colegas da Mackenzie. Na obra, o trio apresenta histórias diferentes de amor e de memórias que se entrelaçam.

Compartilhar:

  • Data: 20/10/2023 04:10
  • Alterado: 20/10/2023 04:10
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: FOLHAPRESS









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados