Brasil - Mundo Economia

Presidente do BC da Índia diz que cortes de juros ‘não estão em discussão’

Afirmou também que a inflação no país desacelerou do pico de 7 8% para a meta que se encontra na faixa entre 2% e 6%.

  • Data: 18/01/2024 15:01
  • Alterado: 18/01/2024 15:01
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo
bandeira-india

Crédito:Divulgação

O presidente do Banco Central da Índia (RBI, na sigla em inglês) Shaktikanta Das, disse, nesta quinta-feira, que o início dos cortes das taxas de juros no país dependerá dos dados que serão divulgados e da perspectiva, de acordo com comentários feitos em entrevista à Bloomberg TV e disponibilizados no YouTube. Ele completou ainda que o tema “não está sob discussão”.

Afirmou também que a inflação no país desacelerou do pico de 7 8% para a meta que se encontra na faixa entre 2% e 6%, mas ressaltou que a meta central é 4% e que o movimento ainda é em direção a esse patamar.

De acordo com Das, ainda é necessário alcançar os 4% e será preciso garantir de maneira sustentável esse patamar para se falar em alívio das taxas de juros.

Em resposta à pergunta sobre a possibilidade de um corte no segundo semestre deste ano, o presidente do BC da Índia afirmou que a expectativa para a média da inflação no próximo ano no país é de 4,5%. Apenas se houver evidência clara de que os 4% foi atingido e foi possível sustentar esse nível, haverá espaço para flexibilização, complementou.

A taxa de juros na Índia está em 6,50% ao ano. O índice de preços ao consumidor na Índia acelerou para 5,69% em dezembro, ante 5,55% no mês anterior, de acordo com dados divulgados em 12 de janeiro.

Compartilhar:

  • Data: 18/01/2024 03:01
  • Alterado: 18/01/2024 03:01
  • Redação ABCdoABC
  • Estadão Conteúdo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados