Brasil - Mundo Rio de Janeiro

Polícia do RJ descobre plano de atentado contra governador Cláudio Castro

Após a descoberta do plano de atentado, o Gabinete de Segurança Institucional do Rio de Janeiro reforçou a segurança de Castro e sua família

  • Data: 27/10/2023 07:10
  • Alterado: 27/10/2023 07:10
  • Autor: RedaçãoABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo
Castro pede a Lula revisão de parcelas e prazos do regime de recuperação fiscal

Governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro

Crédito:Reprodução

A inteligência da Polícia Civil do Rio de Janeiro descobriu que criminosos planejavam um atentado contra o governador Cláudio Castro (PL), sua esposa, Analine Castro, e seus dois filhos. O plano foi descoberto após a morte do miliciano Matheus da Silva Rezende, conhecido como “Faustão”, que ocasionou uma onda de violência na capital carioca.

Após a descoberta do plano de atentado, o Gabinete de Segurança Institucional do Rio de Janeiro reforçou a segurança de Castro e sua família. Segundo o governo estadual, serão feitas investigações rigorosas para identificar os mentores da elaboração do ataque contra o chefe do Executivo.

Rezende tinha 24 anos e morreu em um confronto com policiais civis em uma comunidade de Santa Cruz, na zona oeste do Rio, nesta segunda-feira, 23. No mesmo dia, cerca de 35 ônibus foram queimados na região. Castro anunciou que 12 suspeitos foram detidos e iriam ser mandados para presídios federais de outros estados por “praticarem atos terroristas”.

O governador do Rio classificou a morte de Faustão como um “duro golpe em uma das maiores milícias da zona oeste do Rio”.

Leia a nota do governo do Rio de Janeiro:

“O Governo do Estado do Rio de Janeiro informa que o Gabinete de Segurança Institucional reforçou a segurança do governador Cláudio Castro e de sua família após o setor de inteligência da Polícia Civil identificar um plano de atentado contra ele, a primeira-dama e seus dois filhos.

O plano foi descoberto após ataques da milícia na Zona Oeste da Capital a partir da morte de Matheus da Silva Rezende, o “Faustão”, apontado como o segundo homem na hierarquia de um grupo de milicianos que atua naquela área. Matheus, que é sobrinho do chefe da facção, Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho, foi detido durante operação da Polícia Civil na manhã de segunda-feira (23/10).

As informações seguem sob rigorosa investigação para que os autores sejam identificados e punidos”.

Compartilhar:

  • Data: 27/10/2023 07:10
  • Alterado: 27/10/2023 07:10
  • Autor: RedaçãoABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados