Natal 2023: Cerca de 36,7 milhões de paulistas irão às compras neste ano

Ticket médio dos presente de Natal giram em torno de R$138, injeção na economia pode chegar a R$22 bilhões

  • Data: 20/12/2023 10:12
  • Alterado: 20/12/2023 10:12
  • Autor: Redação
  • Fonte: FCDLESP
Comércio de final de ano – 18.12.23

Crédito:André Baldini

Você está em:

A chegada do Natal representa a época dos presentes. Seja para presentear um ente querido, amigos ou colegas de trabalho; uma lembrancinha sempre é escolhida pelo consumidor. Uma pesquisa da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), em parceria com a Offerwise Brasil e FCDL-SP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo), indicou que 36,7 milhões de paulistas irão às compras de presentes de Natal neste ano.

O ticket médio dos presentes de Natal giram em torno de R$138; as compras devem injetar na economia paulista cerca de R$22 bilhões. A pesquisa mostrou ainda que o Pix deverá ser o meio de pagamento mais utilizado pelos consumidores, com 47% de escolha dos entrevistados; o cartão de crédito parcelado vem logo em seguida, com 44%, dinheiro e cartão de débito seguem com 34% e 31%, respectivamente.

“O Natal é a principal data para o varejo, com maior demanda em todos os setores. As pessoas começam a se mobilizar para comprar ítens de decoração, produtos para a ceia e presentes. Serviços e varejo recebem naturalmente um aumento da demanda”, comenta Maurício Stainoff, presidente da FCDL-SP.

Cerca de 76% dos entrevistados pretendem comprar presentes através de canais físicos, lojas de departamento obtiveram 42% da escolha dos consumidores, já os shoppings centers alcançaram 40% da decisão de compra. Já para compras online, a pesquisa indica que 20,3 milhões de paulistas deverão optar pelo meio de compra.

Desse total, 78% devem utilizar aplicativos, 70% utilizaram aplicativos e 19% devem comprar via Instagram. Entre os que pretendem fazer as compras em sites ou aplicativos internacionais, as lojas mais escolhidas serão Shopee (81%), Shein (60%) e Amazon (55%).

Entre os principais fatores que influenciam na escolha do estabelecimento onde pretende comprar: para 51% o preço, 39% ofertas e promoções, 25% valor do frete e 24% pelo prazo de entrega.

Já os produtos mais comprados neste Natal serão: roupas (60%), perfumes/cosméticos (37%), calçados (36%), brinquedos (33%) e acessórios (21%). No quesito “quem receberá mais presentes”, os principais presenteados serão os filhos (60%), a mãe (48%), o cônjuge (44%) e o irmão(a) (28%).

“Além do aumento do consumo no período, outro possível fator de influência no crescimento das compras de Natal é a redução na taxa Selic; mesmo que pequena, há um ligeiro avanço na concessão de crédito ao consumidor”, finaliza Stainoff.

Compartilhar:

  • Data: 20/12/2023 10:12
  • Alterado: 20/12/2023 10:12
  • Autor: Redação
  • Fonte: FCDLESP









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados