Mulher morre após encontro com jogador do sub-20 do Corinthians

Atleta foi ouvido e liberado pelos investigadores. Mulher foi socorrida, mas morreu após atendimento no pronto-socorro do Tatuapé, na zona leste da capital paulista

  • Data: 31/01/2024 12:01
  • Alterado: 31/01/2024 12:01
  • Autor: Redação
  • Fonte: Estadão Conteúdo
corinthians-sub-20

Dimas Cândido de Oliveira Filho

Crédito:Divulgação

Você está em:

A Polícia Civil de São Paulo investiga a morte de uma jovem de 19 anos depois de se encontrar com o jogador do sub-20 do Corinthians, Dimas Cândido de Oliveira Filho, no apartamento dele no Tatuapé, zona leste de São Paulo, na noite desta terça-feira 30.

Segundo o depoimento do jogador, os dois tiveram relações sexuais e ela passou a apresentar forte hemorragia na região genital. A jovem foi levada ao Pronto-Socorro do Tatuapé, mas sofreu paradas cardíacas e não resistiu.

A ocorrência foi registrada no 30º Distrito Policial como “morte suspeita”. O jogador foi ouvido e liberado. Ele disse que conversava com a jovem pelas redes sociais e aquele foi seu primeiro encontro com ela. A defesa de Dimas afirma que ele não praticou qualquer ato ilegal, o que será demonstrado pelos laudos da perícia.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou que a Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte de uma jovem de 19 anos, ocorrida na noite de terça-feira, por volta das 21h30, no Tatuapé.

“Policiais militares foram acionados para comparecerem ao Hospital Municipal do Tatuapé após o óbito da jovem. Foi informado que ela estava na casa de um jovem de 18 anos (o jogador) quando, em dado momento, passou mal e desmaiou”, informa.

Ainda segundo a SSP, o homem acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e prestou os primeiros socorros, mas a vítima veio a óbito no hospital, após quatro paradas cardíacas. “Na residência havia manchas de sangue. O local foi preservado para perícia”, disse.

A Polícia Militar informou que, equipes da 5ª Companhia do 8º Batalhão foram acionadas no período noturno para verificar a entrada de uma jovem de 19 anos no Pronto Socorro Tatuapé.

Os policiais constataram que a jovem estava com hemorragia intensa na parte genital, o que ocasionou paradas cardiorrespiratórias. Foi apurado que, momentos antes, ela estava com um jovem, no apartamento dele.

Em nota o Sport Club Corinthians Paulista informou que está ciente dos acontecimentos que envolveram um de seus atletas de base, aguarda a investigação dos fatos e está à disposição para colaborar com as autoridades e as famílias.

Defesa

O advogado de Dimas, Tiago Lenoir, disse que o atleta não cometeu qualquer ato ilícito. “Ele conheceu a garota pelo Instagram, vinha falando com ela, e marcaram de se encontrar no fim do dia no apartamento dele. Foi a primeira vez que eles se encontraram pessoalmente. Ali eles tiveram relações sexuais consentidas e com o uso de preservativo. Depois do ato, ele percebeu que ela tinha apagado, desfalecendo.”

Segundo o advogado, de imediato Dimas fez contato com o Samu e foi orientado pelo telefone a fazer massagem cardíaca, enquanto uma equipe se deslocava para o local. “O Samu chegou em poucos minutos, pois tem uma base próxima. O Dimas acompanhou a garota na ambulância e no hospital. Passados cerca de 20 minutos após dar entrada, lamentavelmente, ela faleceu.”

Ainda segundo o defensor, o jogador foi convidado a ir ao distrito policial e depôs na condição de testemunha.

“Ele prestou os esclarecimentos e foi liberado, pois não havia no local qualquer indício de crime. Seu relato é de que não houve consumo de entorpecentes, nem de bebidas alcoólicas. Ele está muito abalado, mas permanece à disposição para prestar novos esclarecimentos, se forem necessários. Ele tem residência em São Paulo.”

Sobre a forte hemorragia resultante de uma possível fissura constatada no órgão sexual da jovem, o advogado disse que os laudos da perícia serão importantes para esclarecer a causa da morte.

“O Samu repassou que houve muito sangue e o Dimas também mencionou o sangramento, mas não fez nada que pudesse ter dado causa, ou seja, não foi uma lesão provocada por ele. Vamos aguardar o resultado da perícia, especialmente do exame necroscópico, que deve ficar pronto em até 30 dias”, disse.

Dimas Cândido de Oliveira Filho joga como meia e integra o elenco sub-20 do Corinthians desde abril de 2023. Nascido em João Pessoa, na Paraíba, ele foi cedido à equipe paulista pelo Coimbra, de Minas Gerais. O atleta chegou ao Corinthians em abril de 2023 e disputou 12 jogos. Seu vínculo com o clube paulista vai até janeiro de 2025.

Compartilhar:

  • Data: 31/01/2024 12:01
  • Alterado: 31/01/2024 12:01
  • Autor: Redação
  • Fonte: Estadão Conteúdo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados