Brasil - Mundo Esporte

Luiz Francisco é bronze no STU Open e skate brasileiro feminino fica sem medalhas

As mulheres não tiveram a mesma sorte no Park. Foram três as finalistas, Raicca Ventura, Dora Varella e Isadora Pacheco

  • Data: 10/10/2022 07:10
  • Alterado: 15/08/2023 21:08
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo
Luiz Francisco é bronze no STU Open e skate brasileiro feminino fica sem medalhas

skate

Crédito:Estadão

Luiz Francisco colocou o Brasil em terceiro lugar no STU Open, disputado na Praça do Ó, no Rio, neste domingo. Luizinho conquistou 79,07 pontos, perdendo apenas para Tate Carrew, dos Estados Unidos, com 80, e o campeão olímpico, o australiano Keegan Palmer, com 82,23.

Mais dois brasileiros disputaram a final deste domingo. Murilo Peres ficou com o sexto lugar. Já Pedro Barros, que conquistou a prata na Olimpíada de Tóquio, terminou na sétima colocação.

“Andar da forma como andei pra representar esse moleque, não tem explicação! Eu ando de skate com ele todos os dias, se ele não tivesse aqui hoje, pra mim seria totalmente diferente”, falou Luiz Francisco, fazendo uma referência ao irmão André Mariano, que deslocou o ombro e acabou eliminado na semifinal.

FEMININO

As mulheres não tiveram a mesma sorte no Park. Foram três as finalistas. A mais bem colocada foi Raicca Ventura, que terminou em quarto, com 51,33 pontos. Dora Varella foi a quinta, com 48,53. Já Isadora Pacheco ficou na oitava posição, com 40,5.

A vencedora foi a nipo-britânica Sky Brown, que tem apenas 14 anos. A medalhista de bronze na Olimpíada dominou do início ao fim e conquistou a surpreendente pontuação de 67,33. A segunda colocada, a japonesa Sakura Yosozumi, terminou com 55. Por fim, a americana Minna Stess, que ultrapassou Raicca Ventura no fim, fechou no terceiro lugar, com 53,13.

Raicca Ventura também tem 14 anos e é a atual campeã brasileira. Ela não teve grande atuação na semifinal e chegou a ficar muito perto da eliminação, mas cresceu na decisão e por muito pouco não conquistou a medalha de bronze.

“Estou muito feliz de estar competindo essa final, de estar com as minhas amigas que são brasileiras. Foi meu primeiro campeonato internacional, estou muito feliz só de ter participado. Passar para a final e ter ficado em quarto foi uma vitória e tanto pra mim”, finalizou a brasileira.

Compartilhar:

  • Data: 10/10/2022 07:10
  • Alterado: 15/08/2023 09:08
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados