São Paulo Saúde

Hospital da Mulher de São Bernardo é incluído em rede internacional de excelência em Neonatologia

Setor de especialidade aos cuidados com o recém-nascido passa a ser um dos centros da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais - Rede Vermont-Oxford (RBPN-VON)

  • Data: 18/01/2024 19:01
  • Alterado: 18/01/2024 19:01
  • Autor: Vivian Rossi
  • Fonte: PMSBC
hospital-da-mulher

Crédito:Gabriel Inamine/ PMSBC

Importante equipamento da rede de Saúde da Prefeitura de São Bernardo, o Hospital da Mulher (HM) foi incluído, neste mês, em rede internacional de excelência em Neonatologia, setor integrado aos cuidados de recém-nascidos. Antes apenas afiliado da instituição, o serviço ofertado no hospital foi promovido a incorporado a um dos centros da Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais – Rede Vermont-Oxford (RBPN-VON).

O equipamento era vinculado ao órgão desde 2020, ainda como Hospital Municipal Universitário (HMU), mas na condição de afiliado. Agora, passa a compor o seleto grupo com apenas vinte hospitais, em todo o Brasil, como um dos centros na RBPN-VON, que fornecessem suas bases de dados para pesquisas comparativas e melhoria dos serviços em Saúde.

De acordo com o prefeito Orlando Morando, o resultado é mais um demonstrativo da excelência dos serviços prestados na rede de Saúde municipal. “Desde a inauguração, em julho de 2023, o Hospital da Mulher já é um marco na nossa saúde pública. E ser incorporado a essa base de dados, por nossos indicativos no serviço de Neonatologia reforça ainda mais o nosso compromisso de investimento contínuo no setor e com a população que utiliza os nossos equipamentos”, detalhou.

O HM se soma aos demais centros de excelência para esta integração devido à consistência das informações e implementação de ciclos de melhoria com redução efetiva de morbidades dos prematuros de baixo peso. Entre as ações de destaque alcançadas estão a redução da incidência de displasia broncopulmonar e da retinopatia da prematuridade a partir da análise crítica dos indicadores. Outro importante indicador que ajudou a qualificar a assistência ao recém-nascido no serviço foi a queda de 82% nos casos de sepse neonatal tardia — grave infecção hospitalar — nos últimos oito anos.

Para o secretário de Saúde de São Bernardo, Dr. Geraldo Reple, o cuidado, a segurança e a oferta do tratamento humanizado para estes recém-nascidos são diferenciais fundamentais do Hospital da Mulher. “O trabalho realizado pela equipe de Neonatologia trouxe qualidade para todo o corpo clínico do hospital. Todos entenderam que todo cuidado ao pré-maturo é importante e resulta numa alta hospitalar mais qualificada”, explicou.

BANCO DE DADOS MUNDIAL – A Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais (RBPN) é uma colaboração voluntária, sem fins lucrativos, de unidades neonatais públicas e privadas, cuja missão é melhorar a qualidade da assistência neonatal por meio da educação e da pesquisa, com base na análise crítica de dados de morbidade e mortalidade de prematuros de baixo peso.

A RBPN está associada à Vermont-Oxford Network (VON), considerado o maior banco de dados prospectivo de recém-nascidos prematuros do mundo, contando com mais de 1.000 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) neonatais que compartilham seus indicadores de maneira padronizada, a fim de permitir a comparação de resultados para a melhora da qualidade da assistência hospitalar.

“A promoção do Hospital da Mulher de afiliado para centro na RBPN-VON é o reconhecimento do trabalho de longo prazo coordenado, integrado e dedicado dos profissionais envolvidos no cuidado aos recém-nascidos e suas famílias – neonatologistas, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, assistentes sociais, odontólogos, banco de leite humano e psicólogos – que enxergam nos indicadores e desafios apresentados oportunidades de melhoria na assistência neonatal, em curto e longo prazo”, disse a coordenadora da Neonatologia do Hospital da Mulher de São Bernardo, Dra. Cibele Wolf Lebrão. O trabalho tem suporte técnico da neonatologista da unidade, Dra. Gleise Aparecida Moraes Costa e do diretor técnico da unidade, Dr. Rodolfo Strufaldi.

Os relatórios da RBPN-VON fazem parte de uma ferramenta inovadora utilizada pelas unidades neonatais, de forma individualizada, com foco na identificação de pontos fortes e fraquezas no contexto nacional e mundial. Até 2023, na composição da RBPN-VON, havia 46 unidades neonatais associadas de todo o Brasil, sendo 20 centros e 26 afiliados. O setor de Neonatologia do HM-SBC compartilha indicadores de aproximadamente 70 recém-nascidos de muito baixo peso ao ano.

Compartilhar:

  • Data: 18/01/2024 07:01
  • Alterado: 18/01/2024 07:01
  • Vivian Rossi
  • PMSBC









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados