Brasil - Mundo Economia

Contribuintes isentos podem ter benefícios ao declarar o IR

Entre as principais vantagens estão melhor acesso a crédito e financiamento bancário

  • Data: 24/04/2023 11:04
  • Alterado: 24/04/2023 11:04
  • Autor: Redação
  • Fonte: Omie
Contribuintes isentos podem ter benefícios ao declarar o IR

Imposto de Renda

Crédito:Marcelo Camargo - Agência Brasil

Sabia que nem todo mundo precisa declarar o Imposto de Renda (IR)? Para se enquadrar a obrigatoriedade da Receita Federal (RF) é preciso possuir rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70 ao longo de 2022, somar bens acima de R$300 mil até 31 de dezembro do mesmo ano, além de ter recebido rendimentos isentos e não tributáveis acima de R$40 mil nesse período. Outras premissas para a declaração são: 

Possuir receita bruta anual – decorrente de atividade rural – acima do limite de R$142.798,50; 

Ter ganho com capital na venda de bens e ter realizado operações com bolsas de valores com vendas acima de R$ 40 mil ou que apuraram o imposto na venda das ações;

Para os que optaram pela isenção na venda de imóvel para adquirir outro no prazo máximo de 180 dias.

Para quem não se encaixa nesse perfil, efetuar a declaração do IR mesmo sem a obrigatoriedade pode trazer algumas vantagens. “O contribuinte isento pode optar por declarar os seus rendimentos para criar um comprovante de renda, o que pode gerar até um bom relacionamento com Receita Federal, Serasa e bancos”, diz a contadora e parceira da Omie, Mônica Porto. “Isso facilita o acesso a crédito e financiamentos bancários, como o financiamento para compra de um apartamento”, complementa.

Para declarar o Imposto de Renda é necessário que o contribuinte tenha em mãos seu CPF, comprovante de residência, título de eleitor, dados bancários e a última declaração de ajuste anual do IR – se possível. Caso possua dependentes, é preciso além do nome completo, informar o número do CPF e a data de nascimento. A declaração pode ser realizada por meio do programa disponível no site da Receita Federal e/ou aplicativo Meu Imposto de Renda até o dia 31 de maio.

Ainda segundo a contadora, é importante não deixar para entregar a declaração faltando poucos dias para o encerramento do prazo, mesmo se a pessoa estiver isenta. “O recomendado é fazer o quanto antes para não correr o risco de perder o prazo de entrega, além de estar incluído nos primeiros lotes de restituição, caso exista essa possibilidade”, afirma a parceira da Omie.

Compartilhar:

  • Data: 24/04/2023 11:04
  • Alterado: 24/04/2023 11:04
  • Redação
  • Omie









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados