Brasil - Mundo Tênis

Australian Open: favoritos levam susto e brasileiros são eliminados no 5º dia de torneio

Swiatek, Zverev e Ruud sofrem mas avançam no Australian Open. Os brasileiros Marcelo Demoliner e Thiago Seyboth Wild caem na chave de duplas

  • Data: 18/01/2024 16:01
  • Alterado: 18/01/2024 17:01
  • Autor: Rodilei Morais
  • Fonte: ABCdoABC
iga-swiatek_australian-open-ta-180124_d5_02

Crédito:Reprodução/Australian Open

O quinto dia das chaves principais do Australian Open foi marcado por jogos difíceis para os cabeças de chave do torneio e pela eliminação de duas duplas que contavam com tenistas brasileiros. Iga Swiatek, Casper Ruud e Alexander Zverev sofreram em suas partidas, mas passaram para a terceira rodada. Os brasileiros Marcelo Demoliner e Thiago Seyboth Wild foram derrotados em suas respectivas disputas.

As partidas na noite de ontem (17) e na madrugada de hoje (18) trouxeram muitas emoções para os fãs de tênis. Os jogos do quinto dia do primeiro Grand Slam do ano foram apertados para vários dos tenistas mais bem colocados nos rankings, tanto da Associação de Tenistas Profissionais (ATP) quanto da Associação de Tênis Feminino (WTA).

A tenista Top 1 do mundo, a polonesa Iga Swiatek precisou superar um déficit de 4-1 no terceiro set contra a americana Danielle Collins. A tarefa não foi fácil, mas a campeã de quatro Grand Slams encaixou seu jogo, vencendo 5 games seguidos e fechando o jogo com parciais 6-4, 3-6 e 6-4. No lado masculino do torneio, foram o norueguês Casper Ruud e o alemão Alexander Zverev que sofreram com seus adversários.

Ruud alternou as vitórias dos quatro primeiros sets com o australiano Max Purcell. Em um jogo intenso, a partida foi para o tiebreak no qual o 11º no ranking levou a melhor. Zverev, Top 6 do mundo, levou mais de quatro horas e meia para passar pelo eslovaco Lukas Klein. Impulsionado pelos seus 21 aces e os 83 erros não forçados do adversário, o alemão levou a melhor com parciais de 7-5, 3-6, 4-6, 7-6 (7-5) e 7-6 (10-7).

Cabeças de chave eliminados no Australian Open

O dinamarques Holger Rune, atual oitavo no ranking da ATP, foi derrotado pelo francês Arthur Cazaux, de 21 anos. O jovem talento entrou para o torneio através de um convite feito pela organização (o chamado “wildcard”) e já tinha vencido o sérvio Laslo Djere. Já na chave feminina, a terceira colocada no ranking, Elena Rybakina protagonizou o tiebreak mais longo na história dos Grand Slams ao lado da russa Anna Blinkova.

Rybakina caiu no terceiro set após 42 pontos disputados, superada por Blinkova por 22-20. Com sua eliminação restam apenas quatro das dez tenistas mais bem colocadas no ranking: Iga Swiatek, Aryna Sabalenka, Coco Gauff e Jelena Ostapenko. A americana Gauff pode pegar a brasileira Bia Haddad Maia nas quartas de final, caso ambas avancem em sua chave.

Resultados dos brasileiros no Australian Open

Os brasileiros Marcelo Demoliner e Thiago Seyboth Wild foram derrotados em suas respectivas partidas na chave de duplas. O experiente Demoliner, que jogava acompanhado do australiano Marcus Daniell, caiu diante de uma dupla de conterrâneos de seu parceiro. John Millman e Edward Winter venceram o confronto por 2 sets a 1 em um tiebreak que chegou a 14-12.

Wild, por sua vez, jogava ao lado de Sebastian Baez, da Argentina. A dupla latina não foi párea, porém, para os europeus Alexandre Muller e Sebastian Ofner. O francês e o austríaco levaram a melhor, precisando de apenas dois sets para chegar à vitória. A única atleta brasileira a passar de fase no quinto dia do Australian Open foi a medalhista olímpica Luisa Stefani. Com parciais de 6-2 e 7-5, ela e a holandesa Demi Schuurs venceram Sorana Cirstea e Donna Vekic.

Compartilhar:

  • Data: 18/01/2024 04:01
  • Alterado: 18/01/2024 05:01
  • Rodilei Morais
  • ABCdoABC









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados