São Paulo Mobilidade

Tarcísio inaugura novo tatuzão enquanto busca dinheiro para expandir Metrô

Governador de SP fala em expansão sem precedentes de linhas; companhia apresentou proposta para evitar dependência financeira

  • Data: 21/11/2023 13:11
  • Alterado: 21/11/2023 13:11
  • Autor: Tulio Kruse
  • Fonte: Folhapress
tatuzao-sp

Crédito:Francisco Cepeda/Governo SP

O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) inaugurou nesta terça-feira (21) a operação de uma nova tuneladora, equipamento popularmente conhecido como tatuzão, para expandir a linha 2-verde do Metrô até a Penha, na zona leste de São Paulo.

A partir da próxima quinta (22), quando o equipamento começar a escavar o solo, a cidade terá três tatuzões em atividade. O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) inaugurou nesta terça-feira (21) a operação de uma nova tuneladora, equipamento popularmente conhecido como tatuzão, para expandir a linha 2-verde do Metrô até a Penha, na zona leste de São Paulo.

A partir da próxima quinta (22), quando o equipamento começar a escavar o solo, a cidade terá três tatuzões em atividade – outras duas tuneladoras operam nas obras da linha 6-laranja. Segundo o governador, isso nunca ocorreu antes.

Essa expansão ocorre num contexto de perda de receita no Metrô. A companhia estadual teve prejuízo de R$ 651 milhões apenas no primeiro semestre de 2023.

Tarcísio disse que o governo paulista atualmente busca financiamento junto a bancos multilaterais no exterior e ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para as obras de expansão. Além disso, afirmou que a presidência do Metrô apresentou uma proposta para que não se torne financeiramente dependente dos cofres estaduais.

“Em relação à situação financeira do Metrô, a gente tem que ver que a demanda está crescendo e essa é uma boa notícia”, disse Tarcísio, que afirmou que o risco de dependência financeira será afastado. “A empresa está fazendo um esforço muito grave em termos de saneamento de contas.”

A cerimônia de inauguração da tuneladora ocorre um dia após um operário ficar ferido no local da obra – o complexo Rapadura, na Vila Formosa, onde haverá um estacionamento de trens subterrâneos no futuro.

Um equipamento se desprendeu e prensou o corpo de um funcionário na manhã de segunda-feira (20). O protocolo de segurança foi adotado, com o acionamento de uma sirene, e todos que trabalham no local tiveram de sair do túnel parar checagem dos operários e dos equipamentos.

Segundo o Metrô, o funcionário passa bem. Ele ainda estava internado para exames na manhã desta terça.

O primeiro trecho de expansão da linha 2-verde terá quatro estações, conectando a Vila Prudente à Vila Formosa, na zona leste. A previsão de inauguração é em 2026, mas o mês de entrega não foi informado. Serão oito novas estações em um trecho de 8,4 quilômetros.

A etapa seguinte, que conectará a linha verde à 3-vermelha do Metrô e à 11-Coral da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), deve ser entregue em 2027. Tarcísio anunciou, também, que autorizou o início dos projetos executivos de outro trecho, que levaria a mesma linha até Guarulhos, na região metropolitana.

A tuneladora foi batizada de Cora Coralina.

O governador disse que a privatização da 2-verde “ainda não está no radar”. O governo estadual, porém, contratou uma consultoria que estuda a viabilidade de concessão de todas as linhas do sistema de metrô e trem.

Nesse caso, a prioridade é para projetos de expansão da malha metroferroviária. A consultoria deve apontar as linhas que têm os maiores e menores prejuízos financeiros – hoje, a 15-prata de monotrilho é a mais deficitária.

A gestão Tarcísio inscreveu projetos de expansão das linhas 4-amarela, 5-lilás, 8-diamante e 9-esmeralda no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do governo federal. Tarcísio afirmou que há “ótima relação com o BNDES”, comandado pelo petista Aloizio Mercadante.

Compartilhar:



  • Data: 21/11/2023 01:11
  • Alterado: 21/11/2023 01:11
  • Tulio Kruse
  • Folhapress







Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados