Brasil - Mundo Política

Sou leal a Bolsonaro e fiel a princípios, diz Valdemar após relatar ataques por elogio a Lula

Valdemar virou alvo de apoiadores de Bolsonaro por falar bem das gestões passadas de Lula, hoje seu adversário eleitoral.

  • Data: 13/01/2024 16:01
  • Alterado: 13/01/2024 16:01
  • Autor: Tayguara Ribeiro
  • Fonte: FOLHAPRESS
valdemar-costa-neto

Crédito:Reprodução

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, usou as redes sociais neste sábado (13) para se defender dos ataques que vem sofrendo por parte de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Estão me atacando usando uma fala minha sobre o Lula que está fora de contexto. A esses, deixo um recado: quem não tem lealdade e fidelidade, tem vida curta na política. Sou leal ao Bolsonaro e fiel aos meus princípios. Quem me conhece sabe que minha palavra não faz curva“, afirmou.

Valdemar virou alvo de apoiadores de Bolsonaro por falar bem das gestões passadas de Lula, hoje seu adversário eleitoral.

Nesta sexta-feira (12), uma entrevista concedida por ele em dezembro ao jornal O Diário, da região de Mogi das Cruzes (SP), foi compartilhada até por petistas.

No vídeo, Valdemar afirma que Lula tem prestígio e é fenômeno por “chegar onde chegou”.

Em entrevista à Folha nesta sexta, ele se disse mal compreendido e chamou de “fake” o conteúdo que circula. Não por negar os elogios, mas por considerar que o trecho da entrevista, concedida no mês passado, foi tirado de contexto.

“O que eu falei do Lula, eu falei porque é verdade. Se eu não falar a verdade, perco a credibilidade, que é o que me resta na política. Ninguém pode negar que ele foi bom presidente. Ele elegeu a Dilma [Rousseff]. Só que eu tava fazendo comparação: o Lula tem prestígio, Bolsonaro tem uma coisa que ninguém tem no planeta, carisma.”

À Folha Valdemar elogiou a escolha de Lula de indicar o ministro aposentado do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski para o Ministério da Justiça.

O dirigente do partido de Jair Bolsonaro classificou Lewandowski como homem de bem e de comportamento firme.

“Lewandowski tinha tudo para ir pro Ministério da Justiça. Ele é preparado, homem de bem, homem que sempre teve comportamento firme. [Lula] Acertou, como não. Como no caso do [Cristiano] Zanin, não foi boa indicação?”, disse.

Compartilhar:

  • Data: 13/01/2024 04:01
  • Alterado: 13/01/2024 04:01
  • Tayguara Ribeiro
  • FOLHAPRESS









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados