Brasil - Mundo Esporte

Sinome Biles agradece carinho após anúncio de retorno às competições

A competição será a primeira da atleta desde a Olimpíada de Tóquio, quando abriu mão de competir. A pausa de quase dois anos foi para cuidar da saúde física e mental

  • Data: 08/07/2023 08:07
  • Alterado: 08/07/2023 08:07
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo
Sinome Biles agradece carinho após anúncio de retorno às competições

Crédito:Jae C. Hong/AP

Um dos maiores nomes da ginástica artística nos últimos anos, a americana Simone Biles usou as redes sociais para agradecer. Na última semana, a atleta dos Estados Unidos confirmou que pretende voltar a competir no U.S. Classic, que acontecerá em Chicago em agosto. A competição será a primeira da atleta desde a Olimpíada de Tóquio, quando abriu mão de competir. Nesta sexta-feira, Biles aproveitou para ser grata por todos os fãs e todas as mensagens de carinho, apoio e amor.

“Desculpe, estou um pouco sumida desde o anúncio (do retorno). Estou impressionada com todas as mensagens de vocês de apoio e amor! Animada para voltar à competição no solo”, escreveu Biles em sua conta no Twitter.

O U.S. Classic é um torneio de ginástica artística, de menor porte e disputado em apenas um dia, que ajuda a definir as classificadas para o Campeonato Nacional dos EUA, a ser disputado no fim de julho, em San José, na Califórnia.

A pausa de quase dois anos foi para cuidar da saúde física e mental. Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Simone Biles não chamou a atenção pelas conquistas, mas por ter desistido de diversas provas, como a final do individual geral, para priorizar sua saúde mental. Na ocasião, ela alegou que estava sofrendo com “twisties”, termo usado no meio da ginástica para explicar a perda de referência espacial sofrida por um atleta na execução de algum movimento qualquer. Não consiga focar nem se concentração. A situação poderia colocar em risco sua integridade física ao cometer erros graves em suas apresentações

Ao fim daquela edição da Olimpíada, Simone Biles deixou em aberto a possibilidade de se aposentar antes mesmo dos Jogos de Paris-2024. O anúncio desta quarta, porém, abre a possibilidade de que a americana esteja na França, no próximo ano.

Os últimos dois anos foram um turbilhão na vida pessoal da competidora, apesar do afastamento das competições. Ela se tornou uma das maiores defensoras dos atletas na busca por saúde mental e se casou com o jogador da NFL Jonathan Owens – agora um defensor do Green Bay Packers.

Compartilhar:

  • Data: 08/07/2023 08:07
  • Alterado: 08/07/2023 08:07
  • Redação ABCdoABC
  • Estadão Conteúdo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados