São Paulo Teatro

Projeto Mãos Empoderadas promove espetáculos de artes cênicas

Programação cultural é gratuita e reúne trabalhos com temáticas femininas poderosas apresentados pelos grupos Bordallo, Circo di SóLadies, Terra Cota e Cia. 4 Ventos

  • Data: 15/04/2024 13:04
  • Alterado: 15/04/2024 13:04
  • Autor: Redação
  • Fonte: Estima Cultural
choque-rosa

Choque Rosa

Crédito:Beatriz de Moura Madeira

A segunda edição do “Mãos Empoderadas”, concebido pela produtora Estima Cultural, promove uma programação gratuita com espetáculos de artes cênicas. As apresentações acontecem no CEU Campo Limpo, nos dias 26 e 27 de abril, e na Casa de Cultura do Campo Limpo, nos dias 5, 11 e 26 de maio.

Durante os meses de abril e junho, o projeto reúne uma série de oficinas e atividades voltadas para 60 artesãs residentes na zona sul de São Paulo com a missão de fomentar a criatividade e empoderar por meio da capacitação de produção artesanal e geração de renda desperta a sororidade entre mulheres.

A programação de artes cênicas aberta ao público reúne seis espetáculos. “Escolhas”, do Grupo Bordallo Cultural, é apresentado no CEU Campo Limpo, no dia 26 de abril, às 19h. Em cena, a Palhaça Juliana Bordallo explora o riso para refletir sobre questões como abuso, controle, desigualdade, machismo e historicidade enfrentadas por mulheres.

Já “Estupendo Circo di SóLadies”, do Circo di SóLadies, é atração do dia 27 de abril, às 11h, também no CEU Campo Limpo. Na trama, após muito tempo trabalhando em diversos teatros e circos, cansadas dos mandos e desmandos dos patrões, três palhaças decidem criar seu próprio circo e rodar pelo mundo. 

O mesmo grupo também apresenta “Choque-Rosa ou Com que Armas Lutamos?” no dia 27 de abril, às 16h, no CEU Campo Limpo.A criação do espetáculo partiu da pesquisa do grupo sobre a história de mulheres brasileiras e o impacto de seus feitos na sociedade, lidando com a violência gerada pelo machismo. O grupo trata desses temas complexos com complexos com muita delicadeza, riso e poesia.

Outra atração é “Cícera”, do grupo Contadores de Mentira, que acontece na Casa de Cultura do Campo Limpo, no dia 5 de maio, às 19h. O trabalho traz para o centro uma mulher nordestina afro-indígena que sai de sua terra em busca de oportunidades e melhores condições de vida. Cícera é a união de muitas mulheres, mais velhas e mais novas, que ainda sofrem com a invisibilização de seus problemas e de suas existências.

E em “Terra Cora”, do Grupo Terra Cora, as personagens Malu e Magali revivem histórias da poetisa goiana Cora Coralina (1889-1985). Em um tempo qualquer e em qualquer lugar, Pé de Meia e Lencinho estão arrumando a casa e, enquanto colocam as coisas no lugar, lembram fatos da história de Aninha, a menina feia da ponte da Lapa. A peça é encenada no dia 11 de maio, às 19h, na Casa de Cultura do Campo Limpo.

Para encerrar a programação com chave de ouro, Tecendo Histórias, da Cia 4 Ventos, é encenadona Casa de Cultura do Campo Limpo, no dia 26 de maio, às 15h. O espetáculo apresenta o universo encantado da mitologia e dos contos africanos com base na literatura infanto-juvenil. As narrativas teatralizadas tecem mágicas, histórias repletas de cantigas, danças, poesias e animais fantásticos.

A segunda edição do projeto Mãos Empoderadas é realizada pela Estima Cultural e a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo por meio do Pro-Mac – Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais, com patrocínio da Meta e apoio institucional do CEU Campo Limpo, da Casa de Cultura do Campo Limpo e do Projeto Arrastão.

Para conferir a programação completa do projeto, acesse o site https://www.maosempoderadas.com/atual

Compartilhar:

  • Data: 15/04/2024 01:04
  • Alterado: 15/04/2024 01:04
  • Autor: Redação
  • Fonte: Estima Cultural









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados