São Paulo Cultura

O Mundo Do Circo SP oferece espetáculo com a temática da diversidade

Evento será realizado no dia 11 de dezembro, um dia após o Dia do Palhaço

  • Data: 11/12/2023 10:12
  • Alterado: 11/12/2023 10:12
  • Autor: Redação
  • Fonte: Cultura SP
mundo-circo

Mundo do Circo SP

Crédito:Divulgação

O Mundo do Circo SP, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo administrada pela Associação Paulista dos Amigos da Arte, oferece no dia 11 de dezembro, segunda-feira, o espetáculo “Picadeiro da Diversidade”, uma celebração à pluralidade existente no universo circense. O evento acontece a partir das 17h e a entrada é gratuita.

Com duração de 50 minutos, o espetáculo junta artistas do circo tradicional ao contemporâneo, trazendo em seu elenco a diversidade social, racial e de gênero, contando, ainda, com artistas PCD. Na programação, malabares, equilíbrio, parada e números aéreos de força capilar, lira e, claro, muita palhaçada. 

Com direção de Weslley Vieira, “Picadeiro da Diversidade” conta com as participações de Arthur Faleiros, Anderson da Silva, Palhaço Mixuruca, Gizelle Pimenta, Palhaça Frôda, Larissa Moreira, Luana Menezes, Lueden Paes, Mafê, Natsha Stevanovish, Esdras Naipee, Paloma Nogueira Fonseca, Sandra Silva e Luz Charles Myller, com sonoplastia de Fabricio Montalvão e figurinos de amemne Apolinário. 

Batizado da Grande Lona 

Aproveitando o Dia do Palhaço, comemorado no dia 10 de dezembro, o evento do dia 11 traz ainda uma cerimônia muito especial: o batizado da Grande Lona do O Mundo do Circo SP. 

A lona receberá o nome de Picolino, palhaço de Roger Avanzi (1922 – 2018). Filho de Nerino Avanzi, fundador do Circo Nerino, nasceu em São José do Rio Preto. No circo, além de palhaço, atuou como acrobata, equilibrista, jóquei, músico, cantor e ator. Foi professor da primeira escola de circo do Brasil, a Academia Piolim, e por muitos anos professor do Circo Escola Picadeiro, onde ensinou sua arte para renomados grupos, como Parlapatões e La Mínima.  Participou do programa infantil Circo do Bambalalão, da TV Cultura, no início da década de 1980. Ao lado de Veronica Tamaoki, ajudou a fundar o Centro de Memória do Circo, em 2009, em São Paulo. E será justamente Veronica, sua fiel escudeira, a responsável pelo batizado, justa homenagem ao artista que, coincidentemente, faleceu no Dia do Circo. Participam da ocasião, marcada pela alegria, inúmeros palhaços e artistas circenses, acompanhados de uma banda musical.

Compartilhar:

  • Data: 11/12/2023 10:12
  • Alterado: 11/12/2023 10:12
  • Redação
  • Cultura SP









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados