São Paulo Cinema

MIS de SP traz programação variada de cinema

Mês no museu traz programação variada para fãs da sétima arte, em sua maioria gratuita

  • Data: 01/03/2024 11:03
  • Alterado: 01/03/2024 11:03
  • Autor: Redação
  • Fonte: Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo
filme

Cena do filme "Anatomia de uma queda", que terá exibição gratuita no MIS

Crédito: Diamond Films/Divulgação  

Sempre com uma programação de cinema variada, o mês de março no MIS (instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo) não poderia ser diferente. Um dos destaques é a Mostra Juliette Binoche, que celebra o Dia Internacional da Mulher com exibições de filmes da atriz francesa que completa 60 anos em 2024. Além disso, o museu ainda promove uma palestra sobre cinema independente e uma exibição gratuita, seguida de debate, do filme “Anatomia de uma queda”, indicado a cinco categorias do Oscar. Confira, abaixo, a programação completa e todos os detalhes no site do MIS: https://mis-sp.org.br/agenda/

05 a 10 de março: Mostra Juliette Binoche

Horários diversos | Gratuito

Celebrando o Dia Internacional da Mulher, o MIS apresenta a sua já tradicional mostra em homenagem a uma figura incontornável do cinema mundial. Em 2024, comemorando 60 anos, é a vez da atriz e dançarina francesa Juliette Binoche. A mostra, em parceria com a Pandora Filmes e com curadoria do diretor-geral do MIS e cineasta André Sturm, faz um percurso pela obra da artista, levando ao público clássicos e títulos pouco conhecidos.

05 de março: Sessão + bate-papo | Most!

19h | Gratuito

Em parceria com o Consulado Geral da República Tcheca no Brasil, o MIS realiza a exibição de melhores momentos da minissérie “Most!”. Sucesso na TV tcheca, a produção é uma comédia que explora diversos temas polêmicos da sociedade atual, como xenofobia, homofobia e racismo, suas causas e consequências, com um toque de humor e ironia. Após a sessão, haverá um debate, com tradução para o português, com Martin Hofmann, ator que integra o elenco da série.

10 de março: CineCiência | A máquina do tempo

16h | Gratuito

O #CineCiência é o programa mensal do MIS que conta com debates sobre filmes que abordam temas científicos. A cada edição, há a discussão em torno de um clássico, comentado por um especialista na área científica em questão, sempre com mediação de José Luiz Goldfarb, coordenador do projeto.

Em março, o programa apresenta o clássico “A máquina do tempo” (dir. George Pal, EUA, 1960, 103 min, livre). No debate que seguirá a exibição do longa, será analisado como o mundo do futuro era percebido no passado, nos marcos da ficção. A conversa contará com a presença do físico Rodrigo Parreira.

12 de março: Ciclo de Cinema e Psicanálise | “Anatomia de uma queda”

19h | Gratuito

A cada edição, o Ciclo de Cinema e Psicanálise apresenta um filme no Auditório MIS, seguido de debate mediado por Luciana Saddi, coordenadora de cinema e psicanálise da Diretoria de Cultura e Comunidade da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Em seguida, o público pode participar com perguntas, integrando novas perspectivas sobre a obra discutida.

Em parceria com a Diamond Films, a edição de março do programa apresenta o premiado filme “Anatomia de uma queda” (dir. Justine Triet, França, 2023, 151 min, 16 anos), que está em cartaz nas salas de cinemas. O longa-metragem está indicado em cinco categorias do Oscar 2024, incluindo Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Atriz, pela performance de Sandra Hüller. Além disso, a produção ganhou o Palma de Ouro na última edição do Festival de Cannes e segue colecionando prêmios nos principais festivais de cinema da temporada de premiações, como o BAFTA (7 indicações e uma vitória) e o Globo de Ouro (4 indicações e 2 vitórias).

14 de março: Palestra | Como produzir cinema independente

19h30 | Gratuito

Bate-papo exclusivo com a equipe por trás do filme “A voz que resta”. Mergulhe nos bastidores da criação com Vadim Nikitin, o roteirista responsável por dar vida às palavras de Paulo; a diretora e produtora Roberta Ribas, que tornou a produção do filme possível; e o ator e diretor Gustavo Machado, que interpreta Paulo. Prepare suas perguntas e venha descobrir os segredos por trás dessa jornada cinematográfica.

No filme, Paulo, jornalista copidesque e escritor frustrado, envolve-se com uma vizinha de prédio, Marina, garçonete e aspirante a atriz, meio ninfeta, meio mulher. Casada, ela mora com o marido, cinco andares abaixo dele. Paulo, por sua vez, tenta desdobrar-se masoquistamente entre o trabalho medíocre, o angustiante bloqueio criativo e o amor incondicional por Marina.

17 de março: Cinematographo | A estrada da vida

15h | R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Inspirado na atmosfera das primeiras sessões de cinema, o Cinematographo é o programa do MIS que convida, a cada edição, uma banda ou músicos para realizar a sonorização ao vivo de um filme. Na edição de março, o projeto apresenta um dos clássicos do cinema italiano, “A estrada da vida” (dir. Federico Fellini, Itália, 1954, 108 min, 14 anos). Dirigido por Federico Fellini, o filme completa 70 anos de lançamento em 2024. A produção tem criação musical de Nino Rota e é mais uma parceria do músico com o diretor. No MIS, a trilha ganha uma apresentação musical ao vivo executada pela banda O campo e a cidade.

21 de março: Doc.MIS | “O show não pode parar”

19h | Gratuito

Doc.MIS é o novo programa fixo do MIS de exibição de documentários que dialogam diretamente com temas tratados pelo museu ou mesmo como um espaço de exibição e debates de temas relevantes da sociedade, tanto em produções nacionais quanto internacionais. Na edição de março, o projeto apresenta uma sessão do documentário “O show não pode parar” (dir. Brett Morgen e Nanette Burstein, EUA, 2002, 93 min, 12 anos). O filme narra a trajetória de Robert Evans, um dos maiores executivos do cinema de Hollywood nos anos de 1960 e 1970. Durante seu período na Paramount, Evans produziu grandes clássicos da história do cinema, entre eles “O poderoso chefão” e “O bebê de Rosemary”. A produção traz um franco relato da ascensão e queda do produtor.

A programação é uma realização do Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas de São Paulo e Museu da Imagem e do Som, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O MIS tem patrocínio institucional das empresas Livelo, B3, John Deere, NTT Data, TozziniFreire Advogados e Grupo Comolatti e apoio institucional das empresas Vivo, Grupo Travelex Confidence, PWC, Colégio Albert Sabin, Unipar e Lenovo. O apoio operacional é da Telium, Kaspersky, Pestana Hotel Group, Quality Faria Lima e Hilton Garden Inn São Paulo Rebouças.

Compartilhar:

  • Data: 01/03/2024 11:03
  • Alterado: 01/03/2024 11:03
  • Autor: Redação
  • Fonte: Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados