Brasil - Mundo Brasília

Janones usa o Twitter para ensinar ministro da Secom o ‘beabá’ das redes

Conhecido pela tática de "guerrilha digital" e pela constante atividade nas redes, Janones sugeriu que Pimenta escreva em primeira pessoa e que não publique links nas suas publicações

  • Data: 24/05/2023 17:05
  • Alterado: 24/05/2023 17:05
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo
Janones usa o Twitter para ensinar ministro da Secom o ‘beabá’ das redes

Deputado André Janones

Crédito:Câmara dos Deputados

O deputado André Janones (Avante-MG) usou o Twitter para “ensinar o ministro da Comunicação Social, Paulo Pimenta, “o beabá das redes sociais”. 

Na primeira publicação, na tarde desta quarta-feira, 24, o ministro compartilhou um vídeo com sua participação na Comissão de Comunicação da Câmara. “Ministro Paulo Pimenta apresenta planos do governo na área de comunicação”. A postagem gerou uma réplica de Janones.

“Escreva em primeira pessoa. Rede social é local de intimismo. Pra se aumentar o engajamento, se faz necessário criar uma sensação de pertencimento no usuário, ainda que não seja Vossa Excelência quem está digitando. Isso é o ‘beabá’ das redes sociais”, escreveu.

Poucos minutos depois, Janones apareceu respondendo outra publicação de Pimenta, que compartilhou um link do YouTube no Twitter sobre a participação na Câmara. “Não coloque link de uma rede em outra. Isso reduz em cerca de 90% o alcance da publicação. É o BÁSICO!”, escreveu Janones.

Nas eleições presidenciais de 2022, Janones abriu mão da candidatura para apoiar Luiz Inácio Lula da Silva e se tornou o principal cabo eleitoral do então candidato à Presidência nas redes. Interlocutores afirmaram que o parlamentar atuava como um colaborador e não integrava o núcleo formal de comunicação.

Faltando um dia para a sessão inaugural da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Atos Golpistas, Janones ainda não foi confirmado como um dos integrantes do grupo de 16 deputados e 16 senadores. No último mês ele dedicou maior parte dos esforços nas redes para pedir que apoiadores fizessem campanha para que ele fosse o indicado do seu partido para a CPMI. O Avante tem sete deputados e poderá indicar um nome à vaga de rodízio na Câmara.

Compartilhar:

  • Data: 24/05/2023 05:05
  • Alterado: 24/05/2023 05:05
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados