Brasil - Mundo Futebol

Cuca estreia no Corinthians com derrota

Neste domingo, seu time perdeu de virada por 3 a 1 para o Goiás, em Goiânia, em duelo da segunda rodada do Brasileirão

  • Data: 24/04/2023 07:04
  • Alterado: 24/04/2023 07:04
  • Autor: Redação ABCdoABC
  • Fonte: Estadão Conteúdo
Cuca estreia no Corinthians com derrota

Jogo

Crédito:Reprodução Twitter - Rodrigo Coca

Cuca começou sua trajetória fora de campo no Corinthians com protestos em razão de sua condenação por estupro em episódio ocorrido em 1987, na Suíça. Em campo, o treinador deu início à sua primeira passagem pelo time alvinegro com derrota. Neste domingo, seu time perdeu de virada por 3 a 1 para o Goiás, em Goiânia, em duelo da segunda rodada do Brasileirão.

Em jogo aberto no estádio da Serrinha, Róger Guedes fez um golaço para os corintianos e Matheus Peixoto deixou tudo igual no primeiro tempo. No fim da segunda etapa, o Goiás cresceu, encurralou o Corinthians e conseguiu a virada com Lucas Halter se valendo de uma das principais fraquezas dos paulistas: a bola aérea.

No fim, ainda deu tempo para Apodi selar com um golaço o resultado, que quebra um tabu de dez anos sem vitória do Goiás diante do Corinthians. O time goiano soma seus três primeiros pontos, mesma pontuação da equipe paulista no Brasileirão.

Foi uma apresentação errática do time alvinegro. Com bons momentos ofensivos, mas dificuldade na construção das jogadas e falhas graves defensivas. Está claro que Cuca, pressionado já pelo episódio de violência sexual na Suíça, terá muito trabalho

O técnico assumiu o Corinthians em um momento importante da temporada, com jogos decisivos para a equipe no ano. Na quarta-feira, às 21h30, a missão é reverter a desvantagem de dois gols diante do Remo, na Neo Química Arena, pelo duelo da volta da terceira fase da Copa do Brasil.

No sábado, às 18h30, o técnico, identificado com o arquirrival Palmeiras, comanda o time em seu primeiro dérbi. O clássico, válido pela terceira rodada do Brasileirão, será jogado no Allianz Parque.

Neste domingo, o Corinthians mostrou problemas defensivos que Cuca terá de corrigir, ainda que tenha pouco tempo disponível para isso. Em Goiânia, o time paulista errou muitos passes, entregou a bola com facilidade para o rival e deu mais espaços do que deveria. No ataque, porém, construiu bom volume de jogo. Quase todas as jogadas criativas passaram pelos pés de Róger Guedes.

Foi dele o golaço da noite. Em jogada de futsal, o camisa 10 tabelou com Fausto Vera e bateu com o peito do pé, com força, para vencer o goleiro Tadeu. O time de Cuca criou para ampliar, mas não o fez e não sustentou a vantagem. Os donos da casa aumentaram a produção ofensiva e empataram com o cabeceio certeiro de Matheus Peixoto.

Na etapa final, não fosse Cássio, o Goiás teria virado o jogo já nos primeiros minutos. Sonolento, o Corinthians fez péssima apresentação na segunda parte. Não fosse o goleiro Cássio, teria levado a virada já nos primeiros minutos. Dependeu muito de Róger Guedes, que continuou criando lances interessantes, mas, sozinho, não foi mais às redes.

A equipe de Cuca parecia satisfeita com o empate, que ia conseguindo segurar até os minutos finais. Mas a postura preguiçosa foi castigada pelo Goiás, que se valeu de umas das maiores debilidades dos paulistas: a bola aérea. Lucas Halter subiu livre no meio dos zagueiros corintianos e marcou de cabeça o gol da virada esmeraldina.

Atordoado, o Corinthians ainda levou mais um. Apodi sacramentou a vitória do Goiás com um golaço. Rápido e habilidoso, ele passou como quis por Du Queiroz e bateu de esquerda para vencer Cássio.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 3 X 1 CORINTHIANS

GOIÁS – Tadeu; Maguinho, Lucas Halter, Bruno Melo e Sander; Zé Ricardo (Apodi), Morelli, Diego e Palacios (Jhonny Lucas); Vinicius e Matheus Peixoto (Matheusinho). Técnico: Emerson Ávila (interino).

CORINTHIANS – Cássio; Bruno Méndez (Roni), Balbuena (Júnior Moraes), Gil e Fábio Santos; Du Queiroz, Fausto Vera (Paulinho) e Giuliano (Maycon); Chrystian Barletta (Pedro), Róger Guedes e Yuri Alberto. Técnico: Cuca.

GOLS – Róger Guedes, aos 16, e Matheus Peixoto, aos 30 minutos do primeiro tempo. Lucas Halter, aos 35, e Apodi, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Fábio Santos, Bruno Melo, Matheus Peixoto, Fausto Vera, Zé Ricardo, Palacios, Lucas Halter.

ÁRBITRO – Bruno Arleu de Araújo (RJ/Fifa).

RENDA – R$ 449.380.00.

PÚBLICO – 10.162 pagantes.

LOCAL – Estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia (GO).

Compartilhar:

  • Data: 24/04/2023 07:04
  • Alterado: 24/04/2023 07:04
  • Redação ABCdoABC
  • Estadão Conteúdo









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados