Chegada do inverno demanda cuidados específicos aos idosos

Prevenção de quedas e atenção a doenças respiratórias são fundamentais no período

  • Data: 11/07/2024 09:07
  • Alterado: 11/07/2024 09:07
  • Autor: Redação
  • Fonte: Acuidar
Prefeitura de SP realiza live sobre violência contra idosos nesta quarta-feira (5)

Idoso

Crédito:Rafa Neddermeyer - Agência Brasil

Você está em:

Com a chegada da estação mais gelada, é fundamental intensificar os cuidados com os idosos. Segundo informações do Climatempo, este inverno será caracterizado por frentes frias mais intensas, atribuídas ao resfriamento do oceano Pacífico equatorial devido ao fenômeno climático La Niña.

Essas condições climáticas podem aumentar o risco de escorregões e quedas, tornando indispensável o uso de calçados adequados e a manutenção de ambientes livres de obstáculos para os idosos. Além disso, a baixa temperatura pode acentuar sintomas de doenças respiratórias crônicas, exigindo uma vigilância constante dos sinais como tosse persistente e falta de ar, para um diagnóstico precoce e tratamento eficaz.

“É fundamental que, durante este período, familiares e cuidadores estejam atentos às necessidades específicas do idoso, proporcionando um ambiente seguro e confortável”, ressalta Jéssica Ramalho, cofundadora e Diretora de Operações (COO) da Acuidar, rede de cuidadores especializados.

Para a especialista, essa atenção é essencial, uma vez que a recuperação de possíveis lesões por quedas ou de sintomas de condições respiratórias, é mais difícil no período.

Diante desse cenário, confira alguns métodos evidenciados pela especialista, pensados no intuito de garantir o conforto dos idosos durante a estação.

Prevenção de quedas

Os idosos estão mais suscetíveis a quedas durante o frio devido a uma combinação de fatores. Primeiramente, a diminuição da temperatura pode causar rigidez muscular e articular, reduzindo a flexibilidade e o equilíbrio. Além disso, a sensação gelada tende a aumentar a contração dos vasos sanguíneos periféricos, o que pode levar a uma diminuição do fluxo sanguíneo para os músculos das pernas, prejudicando ainda mais a estabilidade ao caminhar. A fragilidade óssea, comum em idosos devido à osteoporose, também contribui para o risco de fraturas em caso de quedas.

Para evitar esses incidentes, é essencial que os idosos usem calçados adequados, com solados antiderrapantes, e mantenham os ambientes domésticos livres de obstáculos. Vale ressaltar que incentivar a prática regular de exercícios físicos para manter a força muscular e o equilíbrio é fundamental para reduzir o risco de quedas durante o período frio.

Outra medida preventiva importante é garantir que os ambientes estejam bem iluminados, especialmente durante o inverno, quando os dias são mais curtos e a visibilidade pode ser reduzida. A instalação de corrimãos nas escadas e barras de apoio no banheiro também são recomendadas para proporcionar suporte adicional aos idosos.

Tratamento de condições respiratórias

Para os idosos, a cautela com doenças respiratórias e crises alérgicas durante o inverno deve ser maior, devido à uma maior vulnerabilidade. É fundamental que se mantenham bem aquecidos, utilizando roupas adequadas para o frio e evitando mudanças bruscas de temperatura. Ambientes bem ventilados e livres de poeira e mofo são essenciais para reduzir o risco de alergias respiratórias, que podem ser exacerbadas durante esta estação.

Junto a isso, é importante manter-se hidratado adequadamente, pois a mucosa das vias aéreas tende a ressecar mais facilmente durante o inverno, aumentando o risco de infecções.

Assistência especializada

Durante o inverno, o acompanhamento dos idosos em sua rotina é essencial. Profissionais especialistas em cuidados possuem o conhecimento e a experiência necessários para monitorar de perto condições de saúde crônicas, que podem se agravar com as baixas temperaturas. Eles são capazes de oferecer orientações sobre cuidados preventivos, além de identificarem precocemente sintomas de problemas de saúde emergentes, como infecções respiratórias, permitindo um tratamento adequado.

Jéssica acrescenta que a assistência especializada também proporciona um suporte emocional vital aos idosos, muitos dos quais podem enfrentar maior isolamento social devido às condições climáticas adversas. A interação regular com o cuidador para discutir preocupações, receber orientações sobre autocuidado e manter uma rede de apoio emocional é primordial.

Compartilhar:

  • Data: 11/07/2024 09:07
  • Alterado: 11/07/2024 09:07
  • Autor: Redação
  • Fonte: Acuidar









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados