São Paulo Cultura

Centro Cultural FIESP recebe a Mostra Rios e Ruas

Um novo olhar para a realidade hídrica presente sob o tecido urbano de São Paulo

  • Data: 05/10/2023 13:10
  • Alterado: 05/10/2023 13:10
  • Autor: Redação
  • Fonte: FIESP
mostra-rios

Nascentes do Rio Caaguaçu, localizada na Vila Mariana. Um dos afluentes do Rio Sapateiro, que abastece o lago do Parque Ibirapuera

Crédito:© Guilherme Ricci Fujo – NOVfilmes

A cidade de São Paulo receberá a partir do dia 12 de outubro de 2023 uma experiência cultural única que promete ampliar a percepção dos paulistanos sobre a relação entre os elementos naturais e urbanos em meio ao cenário metropolitano. A Mostra Rios e Ruas que ocorrerá no Centro Cultural FIESP, na Avenida Paulista, tem por objetivo estimular uma transformação cultural profunda e sensibilizar a população para a rica hidrografia da cidade, explorando as possibilidades de harmonia entre a natureza e o ambiente urbano.

Uma Nova Perspectiva

O coração da exposição busca transmitir a mensagem de que mesmo em uma metrópole densa e movimentada como São Paulo, os elementos naturais continuam presentes e podem coexistir de maneira harmônica com a paisagem urbana. Segundo José Bueno, arquiteto e urbanista social, cofundador do Rios e Ruas: “Nossa intenção é semear uma nova maneira de perceber a cidade, para podermos enfrentar nossos atuais desafios climáticos e socioambientais”.

A mostra visa reacender os vínculos entre as pessoas e os cursos d’água que cruzam a cidade, convidando o público a refletir sobre as relações afetivas entre a população e os rios. Ao evidenciar a hidrografia da cidade e revelar a presença ainda viva de centenas de rios, abertos ou canalizados, a exposição busca inspirar a retomada de laços perdidos ao longo do tempo.

Elementos e Duração

A exposição será composta por três elementos distintos, cada um contribuindo para um olhar multifacetado sobre a relação entre a cidade e seus rios:

Cartografia dos Sentidos – Mapa Gigante de São Paulo
Uma representação cartográfica imponente de uma grande área da cidade de São Paulo. O mapa destaca a presença dos rios e cursos d’água que atravessam a paisagem urbana, convidando os visitantes a caminhar como gigantes pela cidade observando por onde passam riachos despercebidos pela maioria da população. Com base nos 7Cs (conhecer, cuidar, conservar, cambiar, criar, compartilhar e celebrar) do programa de educação patrimonial do Instituto Casadágua, a iniciativa incentiva o público a interagir, criar e refletir sobre suas próprias realidades territoriais, destacando as narrativas cotidianas e memórias afetivas dos participantes.

Projeção de Filmes na Galeria Digital FIESP
A partir do dia 12 de outubro, a fachada de LED do prédio da FIESP, na Avenida Paulista, vai projetar animações relacionadas à temática da Mostra. Essas projeções ocorrerão de forma randômica, surpreendendo pedestres e motoristas que circulam no entorno, envolvendo-os numa narrativa visual surpreendente.

Cubo Interativo de LED
Do dia 12 de Outubro até 12 de Novembro, um cubo de LED estará em exposição oferecendo uma experiência interativa em uma de suas faces por meio de sensores de movimento, onde os visitantes poderão “Varrer” a cidade e se divertir ao “Descobrir” rios e riachos que compõem a rede hidrográfica do nosso município.

Em suas duas outras faces será veiculado um vídeo que mostra brevemente momentos da evolução da cidade com o objetivo de transformar a percepção cidadã sobre a relação que São Paulo estabeleceu com seus corpos d’água. Estimulando os visitantes a imaginar novas maneiras de abordar as relações com os elementos naturais dentro de grandes centros urbanos.

O projeto Cartografia dos Sentidos
O projeto “Cartografia dos Sentidos”, criado pelo antropólogo e artista multimídia Maurício Panella, diretor do Instituto Casadágua, propõe um mapeamento imersivo de questões relacionadas à territorialidade, diversidade/identidade e sustentabilidade socioambiental. O projeto envolve a colaboração do público em atividades e criações coletivas, convidando as comunidades a refletirem e sonharem juntas sobre seus territórios, culturas, natureza e cotidiano. Lançado em 2010 em Natal, tem mais de 10 anos de experiência e foi replicado em várias cidades latino-americanas.

Na Mostra Rios e Ruas 2023, a edição de São Paulo do projeto “Cartografia dos Sentidos” convida o público a explorar a rica hidrografia da cidade e a descobrir a rede de afetos líquidos que ela abriga.

Um Convite à Reflexão
A Mostra não apenas apresenta a realidade histórica e atual da relação entre a cidade e seus rios, mas também convida os visitantes a sonhar com o futuro da metrópole. Oferece um convite a refletir sobre a coexistência harmoniosa entre o ambiente urbano e a natureza, uma realidade possível e desejável, e que a transformação cultural é um passo fundamental para viabilização de projetos de urbanismo mais sustentáveis.

Estará localizada no Centro Cultural FIESP, na Avenida Paulista, um local de fácil acesso e relevante para a identidade cultural da cidade. A exposição estará aberta a todos os interessados em explorar a relação entre São Paulo, sua gente e seus rios, contribuindo para a construção de uma visão mais integrada e consciente da cidade que habitamos.

Mostra Rios e Ruas – de 12/10 a 15/01/2024
Horário: das 10h00 às 20h00
De terça-feira a domingo
Entrada Gratuita

Compartilhar:
1
Crédito:© Acervo Rios e Ruas Córrego Pirarungáua. no Jardim Botânico de São Paulo. Que foi reaberto depois de mais de 70 anos canalizado

  • Data: 05/10/2023 01:10
  • Alterado: 05/10/2023 01:10
  • Autor: Redação
  • Fonte: FIESP









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados