São Paulo Acontece

Após suposta agressão a entregador em SP, motoboys quebram vidro de condomínio em protesto

A manifestação reuniu dezenas de motoboys, que fizeram um "buzinaço" na rua e atiraram pedras contra a portaria do edifício, quebrando pelo menos uma vidraça.

  • Data: 30/09/2023 19:09
  • Alterado: 30/09/2023 19:09
  • Autor: Leonardo Zvarick
  • Fonte: FOLHAPRESS
motoboys-condominio

Crédito:Reprodução/Redes Sociais

Entregadores de aplicativo realizaram protesto nesta sexta-feira (29) em frente ao condomínio onde um deles diz ter sido agredido, na rua Peixoto Gomide, região central de São Paulo. A manifestação reuniu dezenas de motoboys, que fizeram um “buzinaço” na rua e atiraram pedras contra a portaria do edifício, quebrando pelo menos uma vidraça.

Em vídeo divulgado em grupos de entregadores, um jovem com boca ensanguentada relata a agressão, que teria ocorrido na noite anterior. Na versão do entregador, ele teria buzinado ao passar de bicicleta pela calçada, o que irritou um morador que aguardava em frente ao prédio com a namorada.

O jovem conta que foi xingado e ao se aproximar, ainda sobre a bicicleta, recebeu um soco no rosto. Logo em seguida, o agressor teria corrido para dentro do condomínio e quebrado um vidro da portaria -a imagem mostra o material estilhaçado no chão, mas não o momento em que foi quebrado.
No final do vídeo de 1min40s, que também foi parar nas redes sociais, o jovem convoca outros entregadores para fazerem o protesto no local.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), nenhum boletim de ocorrência sobre os episódios foi registrado até este sábado (30) – nem pelo entregador agredido nem pelo condomínio.

O órgão também disse que a Polícia Militar foi acionada em razão do protesto de motoboys por volta das 16h15 de sexta-feira. O grupo teria se dispersado ao perceber a chegada da viatura e ninguém foi detido.

Compartilhar:

  • Data: 30/09/2023 07:09
  • Alterado: 30/09/2023 07:09
  • Autor: Leonardo Zvarick
  • Fonte: FOLHAPRESS









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados