Adélia Prado vence o prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras

O prêmio de R$ 100 mil dado pela ABL celebra os mais de 20 livros publicados por Prado, que abordam, em prosa, verso e antologia, temáticas relacionadas a sexo, religião e morte

  • Data: 20/06/2024 18:06
  • Alterado: 20/06/2024 18:06
  • Autor: Redação
  • Fonte: Folhapress
adelia-prado

Adélia Prado

Crédito:Nana Moraes/Divulgação

Você está em:

A mineira Adélia Prado é a vencedora do Prêmio Machado de Assis, oferecido pela Academia Brasileira de Letras em celebração ao conjunto da obra de escritores nacionais.

Prado é uma das maiores poetas vivas do Brasil, e, aos 88 anos, ainda está produzindo, prestes a lançar “Jardim das Oliveiras” no segundo semestre deste ano.

Esta não é a primeira vez em que a autora recebe uma premiação pelo conjunto de sua obra. Em 2016, ela se tornou a primeira mulher a vencer nesta categoria no Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura.

Prado também já foi indicada para a ABL em 2001, por um grupo de atores e jornalistas que queriam que ela ocupasse a vaga deixada por Jorge Amado, mas Zélia Gattai, a viúva do escritor, foi a escolhida. A poeta nunca foi eleita imortal.

O prêmio Machado de Assis é entregue desde 1941. Em 2023, a vencedora foi Marina Colasanti, e, depois de 20 anos sem mulheres premiadas, a ABL celebra escritoras por dois anos seguidos.

Compartilhar:

  • Data: 20/06/2024 06:06
  • Alterado: 20/06/2024 06:06
  • Autor: Redação
  • Fonte: Folhapress









Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados