São Paulo Cultura

2º FOTODOC reúne obras de alguns dos principais fotógrafos do país

Evento será realizado na Panamericana Escola de Arte e Design e contará ainda com leitura de portfólios, livraria voltada para lançamentos do gênero e troca de tiragens

  • Data: 20/11/2023 21:11
  • Alterado: 20/11/2023 21:11
  • Autor: Redação
  • Fonte: Assessoria
fotografia

FOTODOC -FESTIVAL DE FOTOGRAFIA DOCUMENTAL

Crédito:Rogério Assis

Após uma bem-sucedida estreia em 2022, o FotoDoc – Festival de Fotografia Documental chega a sua 2ª edição, de 21 a 25 de novembro na Panamericana Escola de Arte e Design, em São Paulo.

Com o tema “Centro Periférico”, o evento deste ano contará com três exposições: individuais dos fotógrafos Carlos Moreira (“Contrastes Mínimos”) e Marcelo Greco (“Penumbra”), além de uma coletiva com os 17 contemplados pelo prêmio Portfólio Fotodoc, entre eles André Valentim, vencedor geral com o portfólio “No Olho da Rua”, além de ensaios e imagens destacadas de outros profissionais. As mostras ficam em cartaz até janeiro de 2024 e a entrada é gratuita.

Também compõem a programação do festival atividades como a leitura de portfólios, que contará com quatro curadores (Valdemir Cunha, Juan Esteves, Monica Maia e Fernando Costa Neto); e workshops com nomes importantes da fotografia – Inês Bonduki; Edu Simões; Marcelo Greco; Rogério Assis; Tuca Vieira; e Nair Benedicto.

O público ainda poderá participar de encontros temáticos com fotógrafos mediados por um entrevistador e de conversas com autores sobre seus mais recentes trabalhos, em um espaço de livraria ocupado pelas editoras Lovely House, Origem e Vento Leste. No encerramento, o encontro Artescambo propõe a troca de fotografias, gravuras e peças gráficas sem que a identidade dos autores seja revelada.

Centro periférico

Sediado em São Paulo (SP), maior metrópole e centro econômico de um país periférico, o Festival parte deste ponto de vista para discutir as relações entre centro e periferia, por meio da obra de grandes fotógrafos convidados, com o objetivo de ressaltar proximidades, estabelecer laços e pontes e criar diálogos.

Para o idealizador e organizador do festival, Érico Elias, os dois conceitos econômicos provenientes da geografia se colocam como opostos, mas podem ser complementares. “Nosso objetivo durante o festival, por meio dos encontros, exposições e lançamentos de livros que sediaremos, será debater como reduzir desigualdades, diluir fronteiras e construir uma realidade neste sentido, com centro e periferia complementando-se”, antecipa.

Exposições

O Festival começa no dia 21 de novembro, terça-feira, com a abertura das exposições individuais dos fotógrafos Carlos Moreira (“Contrastes Mínimos”) e Marcelo Greco (“Penumbra”) e da coletiva do Prêmio Portfólio FotoDoc 2023.

Em Penumbra, Marcelo Greco faz um relato visual do retorno ao bairro de Higienópolis, em 2018, onde viveu toda sua infância e adolescência. As transformações percebidas e registradas revelam o encontro de um local inóspito, repleto de grades, ruas pelas quais as pessoas passam apressadamente.

Exposição que marca o retorno de Carlos Moreira (1936-2020) ao espaço público pelas mãos do próprio fotógrafo, Contrastes mínimos reúne tiragens de época ampliadas por ele. A Mostra propõe um jogo, um diálogo entre dois lugares, metrópole e litoral, lidos pelas lentes de um mesmo fotógrafo e justapostos, lado a lado.

Já a coletiva Prêmio Portfólio FotoDoc 2023 é um dos principais eixos do festival e se propõe a dar visibilidade a talentos e temáticas candentes para a compreensão da sociedade contemporânea e seus desafios. São 17 trabalhos ganhadores nas três categorias da premiação, sendo dois portfólios, cinco ensaios e dez imagens destacadas.

André Valentim foi escolhido o ganhador do Prêmio Portfólio FotoDoc 2023 com o trabalho intitulado “No Olho da Rua”, que retrata a vida na Fazenda Modelo, um abrigo para moradores de rua desativado em 2003 no Rio de Janeiro (RJ). As imagens foram captadas entre 2001 e 2003, com película preto e branca. Pelo trabalho, Valentim vai receber um troféu especialmente confeccionado para a ocasião.

Os demais fotógrafos cujos trabalhos foram selecionados para a coletiva são: Tadeu Vilani, na categoria Portfólio, Bruñel Galhego Ricci, Júlio Magalhães, Luiz Peixoto, Paula Giordano e Thiago Soares, na categoria Ensaio; e Ana Clara Matta, Joana Verdial, Lela Beltrão, Luisina Ferrari, Márcio Cunha, Michael Dantas, Míriam Ramalho, Niina, Raphael Alves e Renata Casali, na categoria Imagem Destacada.

O Júri do Prêmio foi composto por Érico Elias, Elcio Ohnuma, coordenador de fotografia na Escola Panamericana, além da curadora Mônica Maia e dos fotógrafos Nair Benedicto e Tuca Vieira.

Workshops e Leitura de Portfólios

Iniciativa do festival direcionada ao aprimoramento de estudantes e profissionais da área, a leitura de portfólios contará com quatro curadores (Valdemir Cunha, Juan Esteves, Monica Maia e Fernando Costa Netto) para oferecer aos participantes uma orientação individual de aproximadamente 20 minutos, com dicas, aportes para desenvolvimento do trabalho e busca por referências. Ao todo, 48 leituras serão realizadas durante o Festival.

A inscrição para esta atividade custa R$ 80 e deve ser feita pelo site www.fotodoc.com.br. O festival prevê 50% das vagas gratuitas a partir de critérios socioeconômicos (limitada a 1 inscrição por pessoa).

Já nos dias 24 e 25 de novembro acontecem seis workshops com nomes importantes da fotografia, focados na atualidade do ofício.

São eles: “A Experiência Como Fonte de Pesquisa em Fotografia”, com Inês Bonduki; “Como Ser um Fotodocumentarista Relevante Na Era da Pós-Fotografia”, com Edu Simões; “Apresentação Sobre Projetos Editoriais de Livros de Fotografia”, com Marcelo Greco; “Fotografia Documental Socioambiental”, com Rogério Assis; “Atlas – Fotografia, Mapeamento e Orientação Visual”, com Tuca Vieira; e “O Brasil Que Não Me Deixou”, com Nair Benedicto.

Serão disponibilizadas 30 vagas por sessão, com 2h30 de duração cada. Para essa atividade, a inscrição, também pelo site do festival, custa R$ 190, repetindo-se o critério de vagas gratuitas para 50% dos participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, mediante análise de portfólio.

Livraria

Reconhecendo a importância do livro como veículo de difusão de trabalhos fotográficos, o FotoDoc 2023 contará com uma Livraria na cobertura da Escola Panamericana. Coordenado por José Fujocka e Luciana Molisani, da Lovely House, e Valdemir Cunha, da Origem, com títulos de diversas casas editoriais, o segmento terá um espaço dedicado à Editora Vento Leste, parceira do evento.

A Livraria sediará ainda a série “Conversas com o Autor”, onde fotógrafos apresentarão seus fotolivros e contarão sobre seus processos criativos e formas de viabilizar as respectivas publicações O objetivo deste segmento é oferecer oportunidades para que o público possa descobrir novas publicações, dialogar com seus autores, aprender com suas experiências e ainda adquirir um livro autografado.

Entre os convidados estão Rosa Gauditano (“A Mesma Luta”), Daniel Dayan (“Eu inventei isso tudo”), Edu Simões (“Yepê”) e Tuca Vieira (“Salto no Escuro”).

Artescambo

No encerramento do festival, dia 25 de novembro, das 12h às 16h, o encontro Artescambo propõe a troca às cegas de tiragens fotográficas, ilustrações e gravuras entre o público do festival, com a presença também dos artistas convidados.

Trata-se de um estímulo ao colecionismo e ao intercâmbio, em que o participante entrega até três tiragens e recebe o número correspondente de vouchers para retirar outras, em um varal. A autoria das imagens só é revelada após a atividade.

Histórico do Festival

O FotoDoc – Festival de Fotografia Documental foi criado em 2022, fruto de uma parceria entre a Vertente Fotografia, produtora de Érico Elias, com a Panamericana Escola de Arte e Design. Ex-coordenador de comunicação, curador e diretor artístico do Festival Paraty em Foco (2015 a 2019), Érico – que além da formação em Jornalismo e Fotografia, possui Mestrado e Doutorado em Artes Visuais – idealizou o festival após organizar de forma bem-sucedida a exposição dos vencedores do Grande Prêmio Fotografe 2021 na Escola Panamericana.

SERVIÇO

FOTODOC -FESTIVAL DE FOTOGRAFIA DOCUMENTAL

2a Edição

Data: De 21 a 25 de novembro de 2023.

Programação completa em www.fotodoc.com.br

Local: Panamericana Escola de Arte e Design.

Av. Angélica, 1900 – Higienópolis – São Paulo (SP).

Exposições em cartaz até 10 de janeiro de 2024.

Entrada Gratuita.

Workshops (inscrições abertas)

Valor: R$ 190 (50% das vagas são gratuitas, por critérios socioeconômicos)

30 vagas por workshop.

Inscrições abetas: www.fotodoc.com.br

Sexta-feira, dia 24 de novembro de 2023

  • das 10h às 12h30: “A experiência como fonte de pesquisa em fotografia”, com Inês Bonduki; “Como ser um fotodocumentarista relevante na era da pós-fotografia”, com Edu Simões
  • das 15h às 17h30: “Apresentação sobre projetos editoriais de livros de fotografia”, com Marcelo Greco; “Fotografia documental socioambiental”, com Rogério Assis

Sábado, dia 25 de novembro de 2023

  • das 10h às 12h30: “Atlas – fotografia, mapeamento e orientação visual”, com Tuca Vieira; “O Brasil que não me deixou”, com Nair Benedicto.

Leituras de Portfólio

Valor: R$ 80 (50% das vagas são gratuitas segundo critério socioeconômico)

48 portfólios. Duração: 20 minutos

Inscrições abertas: www.fotodoc.com.br

Compartilhar:



  • Data: 20/11/2023 09:11
  • Alterado: 20/11/2023 09:11
  • Redação
  • Assessoria







Copyright © 2023 - Portal ABC do ABC - Todos os direitos reservados